Cruzeiro fez o que tinha de ser feito


É claro que o Cruzeiro não jogou tudo o que sabe, mas me dei por satisfeito. Primeiro que ganhou os três pontos, primeiro objetivo. Segundo que não há de ter essa cobrança por goleadas em todos os jogos. Cada jogo é um jogo!

Foto: ReutersCreio fortemente que se o jogo estivesse valendo algo que o Cruzeiro realmente não tivesse na competição, a história seria bem diferente. Haveria um jogo de verdade por parte do time mineiro, e até mesmo por parte do Guarani, que mal entrou em campo, convenhamos. Cuca está coberto de razão ao falar que as circunstâncias de hoje não favorecia um ímpeto maior dos jogadores. Isso me soa óbvio!

A escalação sem surpresas, as modificações de sempre e a falta de um adversário até complicam minha missão de falar sobre o jogo. Até porque era tão chato que meus olhos mais ficaram virados para o computador do que para a televisão.

Não tem como falar muito desse jogo, entendam. Estou satisfeito com o resultado e a atuação não me deixa decepcionado. Vamos guardar para quando o bicho pegar de verdade!

Mauro Jr (@maurojuniorr), 19, é estudante de Ciências Sociais pela UFV e cruzeirense antes mesmo de ter alguma formação física, ainda dentro do útero. Escreve para sites na internet desde o ano de 2008, quando tinha apenas 16 anos. Considera a tática de um time primordial para o progresso e é disso que ele fala aqui no site Guerreiro dos Gramados.