25 jan Um jogo de compadres (Cruzeiro 0 x 0 Náutico – Brasileirão Série B – 37° rodada)


O Cruzeiro voltou ao estádio Independência para cumprir a tabela, sem ambição no campeonato já que não há mais nada a disputar. O adversário também sem grandes esforços, um ponto já os eliminava da chance de rebaixamento e assim aconteceu. Foi o famoso “jogo de compadre” em que o empate satisfaria as duas equipes.

O JOGO

O que mais chamou atenção na partida foi a expulsão do goleiro Fábio logo aos 9 minutos da primeira etapa. Houve uma polêmica em torno desse caso, o árbitro só lhe mostrou o cartão dois minutos após o lance, levantando a dúvida de interferência externa. Após isso, o Cruzeiro se propôs totalmente a jogar no contra-ataque, entregando a bola ao adversário e ficando com menos de 70% na maior parte do jogo. No geral foi um jogo fraco tecnicamente e sem ambição de ambos os lados.

PRIMEIRO TEMPO

O primeiro lance marcante da partida aconteceu com Kieza sendo lançado ao ataque e tentou driblar o Fábio, entretanto, o goleiro defendeu fora da área. Com ajuda do quarto árbitro, o jogo foi paralisado e Fábio acabou levando seu primeiro cartão vermelho em 922 jogos pelo clube. Mesmo com claro domínio do jogo, a equipe visitante pouco ameaçava.

SEGUNDO TEMPO

Na etapa final o jogo seguiu da mesma forma, poucas chances para ambos os lados. A equipe celeste teve um lance de perigo com Ramon em cobrança de escanteio. Já o Náutico só voltou a chegar com perigo aos 15 minutos, o jogador Vinicius acertou um chute no travessão. Aos 24, Jean Carlos com um chute de fora da área obrigou Vitor Eudes a fazer grande defesa, segurando assim o empate. A equipe de Felipão terminou o jogo com apenas 23% de posse, o que claramente indica que o time não teve muito o que fazer com um a menos em campo.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 0 X 0 NÁUTICO

Motivo: 37ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro

Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)

Data e horário: 24 de janeiro, às 16h (de Brasília)

Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (FIFA/SP) Assistentes: Daniel Paulo Ziolli (SP) e Herman Brumel Vani (SP)

Gol: não houve

Cartão amarelo: Adriano, Airton, Ramon, Willian Pottker (CRU); Kieza, Erick (NAU)

Cartão vermelho: Fábio (CRU)

CRUZEIRO: Fábio; Cáceres, Manoel, Ramon e Matheus Pereira; Adriano e Jadson; Airton (Patrick Brey), Giovanni (Welinton) e William Pottker; Rafael Sobis (Vitor Eudes). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

NÁUTICO: Anderson; Hereda (Kevyn), Camutanga, Rafael Ribeiro e Bryan; Rhaldney, Djavan (Jhonnatan) e Jean Carlos (Ruy); Erick (Jorge Henrique), Vinícius (Dadá) e Kieza. Técnico: Hélio dos Anjos.


Deixe seu comentário, curta e compartilhe