Um alento para 2017 (Cruzeiro 3 x 2 Corinthians – Campeonato Brasileiro 38ª rodada)

Salve, guerreiros!

O Cruzeiro recebeu o Corinthians neste domingo (11), para a última rodada do Brasileirão 2016. Em uma partida emocionante, repleta de gols e com amplo domínio territorial do Maior de Minas, a vitória foi difícil, mas veio com sabor especial, de virada. Guilherme abriu o placar para os paulistas, De Arrascaeta empatou. Marlone recolocou os alvinegros na frente, mas Ezequiel e Robinho sacramentaram a virada celeste. Com o resultado, encerramos nossa participação no certame no 12º lugar, algo medíocre ao se analisar um time da nossa grandeza, mas ao menos conquistamos vaga na Sulamericana 2017.

O jogo

Desde os primeiros movimentos o Cruzeiro mostrou interesse em ter a posse de bola, dominar as ações e fazer valer o mando de campo. Após lançamento longo, De Arrascaeta cabeceou no canto e balançou as redes de Walter, mas a arbitragem anulou o gol corretamente por impedimento do uruguaio. Aos 8′, na primeira finalização corinthiana, veio o gol. Após cobrança de escanteio, Rodriguinho deu uma casquinha na primeira trave e Guilherme, sozinho, completou para as redes, abrindo o marcador. Foi o primeiro gol de Guilherme contra o Cruzeiro, atleta formado no nosso clube e que deixou a Toca no final de 2008.

O gol não abalou o Cruzeiro que manteve sua postura de jogo. O quarteto formado por Robinho, Arrascaeta, Alisson e Sobis impingia grande movimentação ofensiva, confundindo a marcação do Corinthians. Após criar algumas ocasiões com razoável perigo, o empate saiu aos 24′, com participação do quarteto. Alisson cruzou na área, Sobis dominou de costas e fez o pivô para Robinho. O meia ameaçou o chute e abriu no lado direito da área, por elevação, para Arrascaeta bater firme e vencer o goleiro Walter.

O Corinthians não conseguia pressionar, mesmo necessitando da vitória para ter chances de disputar a próxima Libertadores. Oswaldo de Oliveira promoveu duas mexidas no intervalo, com Arana e Giovanni Augusto nas vagas de Camacho e Romero. O gol celeste parecia amadurecer, mas em nova jogada isolada o ‘Timão’ foi às redes. Fagner recebeu na ponta direita e cruzou para Marlone, nas costas de Ezequiel, que apenas completou para o gol vazio. Mas Ezequiel não se abateu e empatou o jogo, dois minutos depois. Robinho fez bela virada de jogo e o nosso lateral invadiu a área batendo de primeira, marcando o 2 a 2.

Empolgado e no embalo da torcida, o Cruzeiro resolveu forçar. E o gol da virada não demorou. Aos 59′, boa trama coletiva que caiu no pé de Alisson, pela esquerda. O camisa 11 enxergou bem a infiltração de Robinho no lado oposto e fez o lançamento preciso. Robinho dominou bem de direita, iludiu a marcação de Arana e colocou de pé esquerdo na saída de Walter, para explodir o Mineirão e decretar o 3 a 2. O jogo não teve grandes ocasiões de gol até o fim, com as mexidas do Cruzeiro buscando explorar os contra-ataques e o Corinthians buscando uma pressão, desordenada.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 3×2 CORINTHIANS

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data-hora: 11/12/2016 – às 17h (de Brasília)
Arbitragem: Wagner Reway (MT), auxiliado por Fabio Rodrigo Rubinho (MT) e Leandro dos Santos Ruberdo (MS)
Público/Renda: 13.569 pagantes/16.074 presentes/R$381.687,00.
Cartões amarelos: Edimar e Ezequiel (Cruzeiro); Vilson, Balbuena, Guilherme e Guilherme Arana (Corinthians).

Gols: Guilherme – 8’/1ºT (0-1); De Arrascaeta – 24’/1ºT (1-1); Marlone – 10’/2ºT (2-1); Ezequiel – 12’/2ºT (2-2); Robinho – 14’/2ºT (3-2).

CRUZEIRO: Rafael; Ezequiel, Léo, Manoel e Edimar; Henrique, Ariel Cabral, Robinho, De Arrascaeta (Willian, 87′) e Alisson (Rafinha, 74′); Rafael Sóbis (Marcos Vinícius, 86′). Técnico: Sidnei Lobo (Mano Menezes suspenso).

CORINTHIANS: Walter; Fagner, Vilson, Balbuena, Uendel (Léo Jabá, 75′); Camacho (Guilherme Arana, 46′), Cristian, Rodriguinho, Romero (Giovanni Augusto, 46′) e Marlone; Guilherme. Téc: Oswaldo de Oliveira.

A Raposa entra agora em férias após concluir o Campeonato Brasileiro em 12º lugar na classificação. Isto representa a qualificação para a próxima Copa Sul-Americana. Os trabalhos serão retomados em janeiro para a pré-temporada e o GdG estará presente durante o recesso acompanhando a movimentação de transferências. Guerreiro dos Gramados. Nossa torcida, nossa força!

Por: Emerson Araujo