"Torcedor é tudo otário"

“Torcedor é tudo otário”

Salve, China Azul! Mais uma derrota, mais uma atuação patética, e o Cruzeiro é o lanterna do Campeonato Brasileiro. Após nove rodadas, apenas oito pontos e oito gols marcados. O desempenho celeste, não só no Brasileirão, mas no ano de 2016, é sofrível. A culpa de tudo isto cai na conta dos responsáveis pelo departamento

Continue Reading →

Entre cruzeirenses de bancada

Vicintin, Da bancada você veio, para a bancada voltará. Agora resta você decidir como vai voltar: será o cara que ajudou a rebaixar o clube ou o cara que expôs os erros drásticos do Cruzeiro em um ano que nem chegou ao fim e já se deve esquecer? Cruzeirense bruto, como já provou ser algumas

Continue Reading →

O Cruzeiro não é incaível

Salve, Salve China Azul! O Cruzeiro de 2016 é um retrato agravado do Cruzeiro de 2015.  A omissão e descompromisso da diretoria com o clube, sua história e sua torcida aliou-se à falta de qualidade do elenco, inferior ao que tínhamos na temporada passada. Não costumo me apegar a estatísticas e dados históricos. Acho que

Continue Reading →

E então, custa ter um pouco de paciência?

E então, custa ter um pouco de paciência?

Saudações, China Azul! Uma atuação segura e convincente. Assim eu classificaria a vitória do Cruzeiro sobre a equipe do Atlético-MG, ontem, pelo Campeonato Mineiro. A equipe celeste, em notória evolução, precisa de apenas um empate para assegurar, matematicamente, a liderança na primeira fase, restando ainda seis pontos a serem disputados. Pois é… Quem diria? No

Continue Reading →

O que dizer do Cruzeiro?

Salve, Salve Guerreiros! Talvez uma das missões mais difíceis neste momento é falar do Cruzeiro, que para muitos é o maior amor do mundo. Amor que cresce sem precedentes, se torna cada vez mais emocional e moderno com as tecnologias que o mundo globalizado ao qual vivemos nos oferece. Pois o que seria desta geração

Continue Reading →

Por um 2016 azul

O ano de 2015 vai embora sem deixar saudades no torcedor cruzeirense. O ano teve altos e baixos, mas os melhores momentos foram seguidos de grandes duchas de água fria. A melhor campanha entre os times da capital na fase classificatória do Mineiro não resistiu ao erro capital de Hêber Roberto Lopes no apagar das

Continue Reading →

Retrospectiva 2015: Do inferno ao céu

Salve, Nação. A última semana de dezembro e, conseqüentemente, a última semana do ano, apresenta através dos meios de comunicação as famosas retrospectivas com os principais acontecimentos do ano que se finda.  Hoje, reúno aqui 11 fatos que, a meu ver, marcaram e tiveram peso no 2015 do Cruzeiro. Saída de Alexandre Mattos e desmanche no elenco:

Continue Reading →