Até quando? (Chapecoense 0 x 0 Cruzeiro – Copa do Brasil 8ª de final)

Salve, guerreiros! “Até quando?” Será um pergunta muito utilizada na coluna de hoje, amigos. Sei que receberei algumas críticas por não estar comemorando a vaga com a efusividade que deveria, mas, preocupa-me essas alternâncias excessivas pela qual passa o time do Cruzeiro treinado por Mano Menezes. Já escrevi há alguns anos aqui no pós-jogo sobre

Continue Reading →

Pobre Cruzeiro

Começamos o ano de 2017 com uma perspectiva bem diferente das últimas temporadas. Tínhamos uma forte base montada no decorrer de 2016, e conseguimos buscar boas peças no mercado durante a janela de transferências do final do ano. Todos esses fatores propiciaram bastante otimismo ao torcedor Cruzeirense. A temporada começou a todo vapor, com goleadas

Continue Reading →

Resignação (Cruzeiro 2 x 1 Nacional Paraguai – Copa Sulamericana)

Salve, guerreiros! “Deus deu resignação ao meu pobre coração”, trecho de uma bela canção da MPB de autoria de Bubu da Portela e Jamelão em 1959. Tal pérola foi brilhantemente interpretada por Marisa Monte, e traduz o sentimento deste que vos escreve.  Resignação, para quem vai ter preguiça de procurar o significado, aí vai: Ação de

Continue Reading →

Distorções e irresponsabilidade

Observando o noticiário esportivo do Cruzeiro nos últimos dias e lendo comentários de torcedores, vi o burburinho de que Mano Menezes havia declarado publicamente a necessidade de contratação de laterais para 2017. Apesar de concordar parcialmente com essa suposta visão do comandante, de que precisamos de novidades no setor, comentários dessa natureza não me pareceram

Continue Reading →

Dá pra repetir a fórmula?

Mano Menezes chegou, a era Paulo Bento ficou no passado e a expectativa da torcida alcançou o ápice. Com o bom trabalho do treinador na Toca da Raposa em 2015, não era de se esperar outra coisa. O novo comandante já começou a trabalhar com a equipe e indicou que pretende repetir a formação último

Continue Reading →