31 out Seremos campeões e não se esqueçam…


Seremos campeões e não se esqueçam... - Cruzeiro Esporte Clube

Seremos campeões e não se esqueçam… Não se esqueçam da final perdida em 2009, da trágica derrota para o Estudiantes dentro de casa, com um Mineirão lotado…

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Seremos campeões e não se esqueçam… Não se esqueçam das temporadas inglórias que passamos nos dois últimos anos. Chegamos quase ao fundo do poço, reerguemos como heróis, mas ainda sim, não se esqueçam.

Seremos campeões e não se esqueçam… Não se esqueçam do título brasileiro que nos tiraram em 2010. Do “pênalti” ridículo assinalado por Sandro Meira Ricci, num lance que se acontecesse hoje, com Gil atuando do outro lado, nada seria marcado.

Seremos campeões e não se esqueçam… Não se esqueçam da Libertadores vencida pelo arquirrival. Quem imaginou que um dia o Atlético ganharia um torneio desse porte? Pois é, ganhou. Isso pode?

Se lembrem disso tudo, será importantíssimo para valorizar ainda mais nossa conquista.

Seremos campeões e não se esqueçam… Não se esqueçam de Gilvan de Pinho Tavares, de Alexandre Mattos, de Marcelo Oliveira e todos os jogadores do elenco cruzeirense. Não se esqueçam de Tita, massagista, não se esqueçam de Fábio, goleiro, não se esqueçam de Borges, o guerreiro. Não se esqueçam de Tinga e sua cabeleira, não se esqueçam de Léo, sim, o Léo. Cruzeirense de arquibancada, jogador dedicado, ainda que falho.

Não se esqueçam de Dedé, não se esqueçam da falha no jogo contra o Flamengo, porque esquecer? Afinal, à partir dali ganhamos o melhor zagueiro do campeonato. Não se esqueçam de Diego Souza, coitado. Não se esqueçam dele, e do que ele fez, “trazendo” de certa forma Willian para o Cruzeiro. Não se esqueçam de Nilton, não, desse não. Pelo amor de Deus.

Nem preciso citar Everton Ribeiro, Dagoberto, Goulart… Não, esses vocês não vão esquecer.

Na verdade não preciso citar todos os guerreiros, mas não os esqueçam, não os esqueçam.

Seremos campeões e não se esqueçam… Não se esqueçam de partidas como contra o Botafogo, contra o Criciuma, não se esqueça do mortal de Borges, do chute na placa, do choro engasgado.

Seremos campeões e não se esqueçam… Não se esqueçam nunca que torcem para o Cruzeiro Esporte Clube, não se esqueçam da grandeza do nosso time e da força da nossa camisa. Não se esqueçam que temos uma torcida apaixonada, e que pode sim ajudar muito o clube. Não se esqueçam dos mais de 40 mil sócios que conquistamos em 1 ano de programa, não se esqueçam.

Poderia citar mil e uma coisas para que nós, cruzeirenses não nos esqueçamos, mas só tenho um pedido à toda a China Azul:

Seremos campeões e não se esqueçam… Não se esqueçam nunca, nunca, desse campeonato.


Deixe seu comentário, curta e compartilhe