Santa humilhação (Santa Cruz 4 x 1 Cruzeiro – Campeonato Brasileiro)

Salve guerreiros! Segunda derrota em três rodadas neste campeonato brasileiro. A Raposa amarga a 19ª posição na tabela de classificação com apenas um ponto conquistado no empate em casa diante do modesto Figueirense. Dessa vez a derrota veio com requintes de crueldade em um Arruda lotado e vibrante, diante de um time organizado e com talentos individuais que brilharam na noite desta quarta (25/05) e impuseram uma derrota humilhante ao Cruzeiro de Belo Horizonte. Não podemos culpar Paulo Bento, pois o time apresenta franca evolução. Dominou praticamente todos os números da partida, exceto aquele que mais importa: O gol.

O Jogo

Não dá para falar em equilíbrio na partida, pois a Raposa foi muito superior nos números como já disse, foram 66% de posse de bola, 20 chutes a gol contra 8 do Santa, 7 escanteios contra 1, 86% de acerto nos passes, entretanto, levou 4 gols e fez apenas 1 em jogada de bola parada. Vou traduzir esses números para os leitores da nossa coluna em uma palavra: Talento.

O Santa Cruz conta com jogadores como Léo Moura e Grafite, com carreiras consolidadas e vencedoras, jogadores que em um ou dois lances, resolvem uma partida. O Cruzeiro conta com uma barca furada vinda de contratações baseadas em “scout” como afirmou em várias entrevistas o diretor de futebol Thiago Scuro referendado por Bruno Vicintin. Uma coisa, senhores: Scout serve para o Cartola, ou para o Futebol Manager. Os senhores dirigem um clube de futebol dos mais vencedores e tradicionais do Brasil, o tratem como tal, não como fantasy games.

Façam o favor de agregar a esse grupo ao menos um ou dois nomes como os acima citados que atuaram muito bem ontem sobre o Cruzeiro e foram responsáveis diretos pela humilhação sofrida ontem pelo escrete celeste. Falando nisso, preciso considerar algumas coisas: Willian está muito mal. Não é nem de longe o jogador do segundo semestre do ano passado, aliás, parece que o atleta só rende entrando no segundo tempo, ou no segundo semestre, banco urgente na criança!

Bruno Rodrigo é outro que perdeu o futebol há algum tempo, e está difícil achar. Explica-se a falta de rendimento, talvez, pela saída de Manoel e ou Dedé como parceiro de zaga. Não vou crucificar os meninos como Bruno Vianna e Alex que mal teve tempo de apresentar algo ao entrar com o time nessa fogueira. Lança Alex como titular na próxima partida, por favor, senão correremos  o risco de, aí sim, queimar o menino.

Sanches Miño não tem condições de ser jogador do Cruzeiro, aliás, não tem condições de ser jogador de futebol. Ao menos 4 dos 7 gols que levamos no Brasileiro foi pelo setor dele, quanto tempo vai demorar e quantos gols o Cruzeiro vai levar por ali para alguém perceber o que estou dizendo aqui desde o início da temporada? Nem para o banco esse cara serve! Podem correr com ele rápido.

Em suma, precisamos de um atacante nível Grafite para empurrar a bola para dentro. Ele deveria estar de azul ontem, mas os olhadores de Scout não querem investir dinheiro em jogador que não trará retorno financeiro, mas não consideraram que se o time for mal, ninguém trará tal retorno, ao contrário, se desvalorizarão. Preparem-se, guerreiros, pois o ano será doído, muito sofrido.

Guerreiro de Ouro fica com De Arrascaeta pelo gol de honra em cobrança perfeita de falta. Guerreiro de lata fica com Bruno Rodrigo, com menção desonrosa para Sanches Miño, e foi difícil decidir entre os dois.

FICHA TÉCNICA:
SANTA CRUZ-PE 4  X 1 CRUZEIRO-MG

Local: Estádio do Arruda, no Recife (PE)
Data: 25 de maio de 2016, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moisés (RJ) e Elio Nepomuceno de Andrade Júnior (RS)

Gols: Grafite (dois), Arthur e Keno (Santa Cruz); De Arrascaeta (Cruzeiro)

SANTA CRUZ: Tiago Cardoso; Léo Moura, Neris, Danny Morais e Tiago Costa; Uillian Correia, Alex Bolaño e Fernando Gabriel; Arthur, Grafite e Keno. Técnico: Milton Mendes

CRUZEIRO: Fábio; Lucas, Bruno Rodrigo, Bruno Viana e Sanchez Miño; Henrique, Romero, Élber, Arrascaeta e Pisano; Willian. Técnico: Paulo Bento

Voltamos para casa para o clássico contra o América MG. O confronto será neste sábado (28/05) às 16:00h. Até lá, China Azul. Guerreiro dos Gramados. Nossa Torcida, nossa força!

por: Álvaro Jr

(foto: Carlos Ezequiel Vannon/ Agência Eleven/Gazeta Press)