Cruzeiro conta com retorno de Henrique para vencer o Atlético-PR

Que visão, sr. Adenor! (Parabéns, Henrique)

Salve, guerreiros!

 

O Cruzeiro trabalha bastante para a temporada dois mil e dezessete, finalmente demonstrando algo que faltou nos dois últimos anos: PLANEJAMENTO. A comissão técnica foi mantida, a base do time também. Contratações foram estudadas com cuidado e para posições carentes (ainda penso faltar um LD). Hoje, no entanto, a reflexão não é sobre um possível time para esse ano, assunto já explorado por um dos nossos colunistas (Emerson Araújo)  e pode ser visto no Guerreiro do Gramados.

Há um ditado que diz: “A sorte é companheira dos competentes”. Essa máxima parece muito verossímil se analisarmos os anos anteriores. Em 13/14, havia uma linha de trabalho, em 15/16 nada semelhante, pergunto: Em que par de anos a bola entrava de qualquer jeito? Em que biênio a arbitragem não nos prejudicou tanto? Em 13/14, Bi brasileiro! Em 15/16, nem final de Mineiro. Mas vamos falar de coisa boa.

Hoje pela manhã, foi convocada a Seleção Brasileira para os primeiros compromissos em dois mil e dezessete, e para a surpresa de muitos, o volante e capitão Henrique,  está entre os convocados. Esse fato pode ter surpreendido muitos torcedores, mas este colunista, não. Como responsável pelas analises pós-jogo aqui do GDG, sempre pontuei os números favoráveis e a qualidade do atleta. Um dos poucos a se salvar nesses dois últimos anos.

Vai, meu capitão! Represente o Cruzeiro e nossas estrelas no escrete canarinho. Entregue ao professor Adenor sua eficiência na marcação, seus bons números no desarme e sua qualidade no passe. Parabéns, Henrique! Sabemos que a amarelinha te cairá tão bem quanto o manto azul. Tite também deve aproveitar sua experiência no jovem time que vem montando para a próxima copa. Nossa torcida é para que seu sucesso te leve até lá.

Para quem pensa não ser importante ter jogador convocado, digo o seguinte: além do moral que dá para o atleta, seus companheiros sentem-se impelidos a entregar-se mais para atingir o mesmo objetivo. Sim, guerreiros! Esse colunista está muito contente com a convocação do Henrique. O atleta ficou muito emocionado, é um prêmio pela sua bela carreira. Um profissional dedicado e discreto, que faz seu trabalho com correção, se tem alguém que merece, é o Henrique. Parabéns, Capitão!

Por: Álvaro Jr