Pré-jogo: São Paulo X Cruzeiro (Recuperar terreno)

O Cruzeiro: teve na última rodada a chance de acessar a metade de cima da tabela de classificação. No entanto, a derrota para o Botafogo reaproximou o time celeste da zona de rebaixamento.

O empate do Coritiba e a possibilidade de ser ultrapassado pelo Internacional em caso de novo tropeço nesta rodada ligam o alerta e a Raposa precisará de um bom resultado no Morumbi para não ver o Z-4 se aproximar ainda mais.

Insatisfeito com a atuação da última rodada e sem Ábila e Arrascaeta, suspensos, Mano Meneses promoverá alterações na equipe. Ariel Cabral deixa o time titular e Lucas Romero, Rafinha e Willian ganham uma chance de iniciar a partida.

O São Paulo: venceu o Figueirense na última rodada e ganhou fôlego na disputa contra o rebaixamento deixando, inclusive, o Cruzeiro para trás na classificação.

A perspectiva Tricolor é vencer e aumentar a folga na fuga do Z-4, recuperando a confiança da torcida para focar na disputa do título inédito da Copa do Brasil.

Ricardo Gomes ainda não terá Michel Bastos, de fora das últimas partidas. No entanto, o campeão olímpico Rodrigo Caio retorna ao time.

São Paulo: Denis; Buffarini, Maicon, Rodrigo Caio (Lyanco) e Mena; Hudson, Thiago Mendes, Wesley, Kelvin e Cueva; Chavez. Téc: Ricardo Gomes.

Cruzeiro: Rafael; Lucas, Manoel, Bruno Rodrigo e Edimar; Henrique e Lucas Romero; Robinho, Rafinha e Rafael Sobis; Willian. Téc: Mano Menezes.

Horário e Local: Morumbi, São Paulo (SP). Quinta-feira, 15 de Setembro de 2016 às 21:00.

Motivo: 25ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2016.

Arbitragem: Diego Almeida Real (RS), auxiliado por Alexandre Pruinelli Kleiniche (RS) e José Eduardo Calza (RS).

Transmissão: PFC. O Guerreiro dos Gramados acompanha a partida em tempo real em seu canal oficial no Facebook, além do twitter @GdosGramados.

Retrospecto: Cruzeiro e São Paulo se enfrentaram 26 vezes em duelos pelo Brasileirão com mando de campo paulista e a vantagem é tricolor.

Foram 4 vitórias celestes, 7 empates e 15 derrotas. A Raposa marcou 21 gols e sofreu 35.

Por: João Henrique Castro