16 jan Pré-jogo: Juventude x Cruzeiro (Reduzir a crise)


O Cruzeiro: vive um período turbulento e a derrota para o então praticamente rebaixado Oeste, cuja queda foi confirmada no início desta derrota, escancarou os problemas celestes para terminar a disputa da Série B.

Com remotas chances de acesso faltando quatro rodadas, a Raposa ainda tem uma pequena chance de rebaixamento à Série C. Situações que pedem compromisso dos jogadores e dão importância ao duelo contra o Juventude, mesmo com um cenário interno de atrasos de salários e outras dificuldades impactando no rendimento da equipe.

Os retornos de Giovanni Piccollomo e William Pottker ampliam as opções de Felipão para a partida. O desfalque fica por conta de Thiago, diagnosticado com a COVID-19.

O Juventude: está na porta do G-4, mas a série recente de duas derrotas deixou o alerta ligado e os gaúchos fora do grupo de acesso após figurar na zona de subida à Série A em boa parte da competição.

Buscando não perder ainda mais espaço na briga, o time gaúcho espera aproveitar a crise celeste para reagir na competição. E certamente será um rival complicado para a Raposa.

O técnico Pintado terá as ausências de Nery Baiano e João Paulo, mas a coordenação de Renato Cajá no meio-campo será um trunfo do alviverde no duelo.

O Cruzeiro: viveu a terça-feira perfeita no papel de secador dos rivais na briga pelo acesso. Encerrando mais uma rodada em que tudo contribuiu para que a Raposa melhore o seu cenário na classificação, o time celeste precisará vencer o Oeste para consolidar a garantia de que dependerá só de si para chegar vivo na disputa pelo G-4 ao menos até a penúltima rodada.

Em meio à uma crise de salários atrasados e ações judiciais de Dedé e Jadsom Silva, os jogadores do elenco recusaram estar em concentração para a partida como forma de protesto contra a atual situação de seus vencimentos. Mas espera-se que o grupo possa também manter-se internamente fechado e capaz de triunfar em campo, como na vitória sobre o Sampaio Corrêa na última rodada.

Sem os suspensos Giovanni Piccollomo e Willian Pottker, Felipão promoverá ao menos duas alterações na equipe. Jadson e Claudinho são os principais candidatos para a vaga do meia, enquanto Stênio e Marcelo Moreno os mais cotados para preencher o ataque celeste.

O Oeste: tem remotas chances de permanecer na Série B e pode ser rebaixado nesta quarta-feira mesmo em caso de vitória sobre o Cruzeiro, caso o Vitória também vença o Avaí. E em caso de derrota para a Raposa, a queda para a Série C já estará sacramentada.

Com pouca esperança de reverter este quadro, a equipe do interior paulista até faz um segundo turno um pouco mais consistente que o primeiro e tem conseguido atrapalhar os planos dos adversários. Foram apenas duas derrotas nos últimos cinco jogos, fazendo com que três dos últimos rivais tenham deixado pontos para a equipe rubro-negra.

Sob o comando de Roberto Cavalo, o Oeste tem o promissor Caíque França no gol como um dos principais destaques, mas entra em campo ostentando o posto de pior defesa e segundo pior ataque, além da lanterna da competição.

Juventude: Marcelo Carné; Igor, Wellington, Emerson e Eltinho; Gabriel Bispo, Gustavo Bochecha, Capixaba, Renato Cajá e Rogério; Rafael Grampola. Téc: Pintado.

Cruzeiro: Fábio; Cáceres, Manoel, Ramon e Matheus Pereira; Adriano e Filipe Machado; Airton, Giovanni e William Pottker; Rafael Sobis. Téc: Felipão.

Horário e Local: Alfredo Jaconi, Caxias do Sul (RS). Sábado, 16 de Janeiro de 2021 às 19:00.

Motivo: 34ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B.

Arbitragem: Paulo Roberto Alves Junior (PR) auxiliado por Rafael Trombeta (PR) e Luciano Roggenbaum (PR)

Transmissão: Sportv e PFC.

Retrospecto: Cruzeiro e Juventude enfrentaram-se 7 vezes em partidas com mando gaúcho pelo Brasileirão e a Raposa leva desvantagem.

Com apenas 1 vitória, o time celeste empatou outros 3 duelos e foi derrotado em 3 ocasiões. A equipe cinco estrelas marcou somente 1 gol e sofreu outros 4.

Por: João Henrique Castro

Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro


Deixe seu comentário, curta e compartilhe