23 Maio Pré-jogo: Cruzeiro X Vitória (Para ganhar moral pra quarta)


Salve nação celeste! Depois de uma semana enjoada em que, além de não termos visto nosso Cruzeiro em campo, tivemos a notícia da venda do Ramires finalmente chegou a hora de ver o nosso Cruzeiro em campo novamente.

E o jogo deste sábado será a partida ideal para vencermos e empolgar a torcida para o jogo de quarta pela Libertadores contra o São Paulo. Enfrentamos o lider do campeonato, mas que joga desfalcado de 4 jogadores que foram emprestados pelo Cruzeiro. Apodi (o grande destaque da equipe), Leandro Domingues, André e Reina não poderão jogar por força de contrato e a ausência destes nomes deixa o Vitória mais frágil.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Além disso, o Vitória vem tendo péssimas atuações fora de casa. Os resultados na temporada em competições nacionas atuando longe do Barradão demonstram a dificuldade da equipe baiana em atuar longe dos seus domínios. 1X1 contra o ASA (AL), 2 X 1 contra o Juventude (RS), 0 X 3 contra o Atlético (MG) e 0 x 4 contra o Vasco (RJ) pela Copa do Brasil. No Brasileirão, uma vitória sobre o Atletico (PR) por 2 a 0. Todavia, as goleadas para Atlético (MG) e Vasco mostram a fragilidade da equipe que, jogando desfalcada, fica ainda mais fraca.

A expectativa, portanto, é de uma retranca da equipe baiana em busca de pelo menos um empate no Mineirão. Caberá ao Cruzeiro criar alternativas para bater um adversário na defesa e manter a longa invencibilidade no Mineirão.

O grande desfalque do Cruzeiro na partida será a ausência de Wagner, ainda se recuperando de lesão. Sem ele, Adílson terá a missão de escolher quem completará o quarteto do meio-campo que terá que aprender, embora ainda não nesta partida, a jogar sem Ramires. A principal expectativa, aliás, é de que o queniano azul seja avançado para a armação e que Marquinhos Paraná, Fabrício e Henrique completem o meio-campo. Athirson e Bernardo correm por fora.

É provável então que o Cruzeiro entre em campo com: Fábio, Jonathan, Thiago Heleno, Léo Fortunato e Gérson Magrão; Marquinhos Paraná, Henrique, Fabrício e Ramires; Thiago Ribeiro e Kléber.

Já o Vitória, que não terá, além dos 4 jogadores cedidos pelo Cruzeiro, Nádson e Jackson (machucados) e Magal (expulso na última rodada) vem com a equipe remendada composta por: Viafara, Bosco, Wallace, Victor Ramos e Róbson; Vanderson, Bida, Willian e Ramon, Adriano e Neto Baiano. As grandes ameaças desta equipe são os meias Bida (alvo de investidas do Santos e Fluminense no início da temporada) e Ramon Menezes (excelente nas bolas paradas) e Neto Baiano (maior goleador na temporada brasileira, principalmente descontado os gols de pênalti).

Curiosidade da partida: Cruzeiro e Vitória já se enfrentaram 13 vezes em Belo Horizonte pelo Campeonato Brasileiro. A vantagem é amplamente favorável ao Cruzeiro que venceu 11 vezes, empatou 1 e perdeu apenas 1 vez. Na temporada passada, o Cruzeiro venceu a partida por 2 a 1.

João Henrique Castro (@jhfcastro), tem 23 anos. Mineiro radicado no Rio de Janeiro,graduado em História pela Universidade Federal de Viçosa, mestrando pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e professor de História. Realiza no Guerreiro dos Gramados, o sonho de poder dividir com a China Azul os seus pensamentos sobre o nosso amado Cruzeiro Esporte Clube. Raramente perde uma partida do clube, mesmo não podendo ir freqüentemente ao estádio. Siga o GDG no twitter: @gdosgramados.

Deixe seu comentário, curta e compartilhe