17 fev Pré-jogo: Cruzeiro x Uberlândia (Mão na vaga)


O Cruzeiro: encerrou a sexta rodada na liderança do Campeonato Mineiro e recebe o Uberlândia nesta quarta-feira para reafirmar a posição e praticamente encaminhar a classificação às semifinais do estadual.

Após vencer o Tombense com um time alternativo, a Raposa voltará a ter a possibilidade de colocar em campo os principais nomes do elenco e deverá voltar a ter um esboço do time-base preparado por Paulo Pezzolano.

O uruguaio, inclusive, volta ao banco de reservas após recuperar-se da COVID-19 e provavelmente voltará a utilizar no ataque a dupla formada por Edu e Waguininho.

O Uberlândia: almeja seguir afirmando a sua permanência no Módulo I na terceira participação consecutiva, mas o desempenho inicial já ligou o alerta e o Verdão vê de perto a zona de rebaixamento para o Módulo II.

Com um jogo a menos que os dois últimos colocados, o Periquito sabe que terminará a rodada fora do grupo do descenso, mas também o impacto importante que pontuar no Independência poderá trazer ao time para alcançar ao menos o seu objetivo mais imediato ao fim da competição.

Estreando no comando o técnico Paulo Foiani, no intuito de virar a chave no torneio, o Uberlândia aposta na liderança do goleiro Rafael Roballo, destaque da equipe desde a última temporada.

Cruzeiro: Rafael Cabral; Rômulo, Maicon, Oliveira e Matheus Bidu (Rafael Santos); Willian Oliveira (Adriano), Filipe Machado, Pedro Castro e João Paulo; Waguininho e Edu. Téc: Paulo Pezzolano.

Uberlândia: Rafael Roballo; Kellyton, Diego Silva, Bruno Maia e Maicon Souza; João Paulo, Nailson, Mateus Mendes e David Lazari; Lucas Coelho e Maurinho. Téc: Paulo Foiani.

Horário e Local: Independência, Belo Horizonte (MG). Quarta-feira, 17 de Fevereiro de 2022 às 20:00.

Motivo: 7ª rodada do Campeonato Mineiro.

Arbitragem: Murilo Francisco Misson Júnior, auxiliado por Celso Luiz da Silva e Pablo Almeida da Costa.

Transmissão: O Tempo Sports.

Retrospecto: Cruzeiro e Uberlândia se enfrentaram 86 vezes pelo Campeonato Mineiro e a Raposa leva ampla vantagem.

O time celeste venceu 55 partidas, empatou 24 e perdeu outras 7. Foram 168 gols marcados e apenas 48 sofridos.

Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro


Deixe seu comentário, curta e compartilhe