Pré-jogo: Cruzeiro x Santos (Consolidação)

O Cruzeiro: tem um novo confronto direto pelo G-6 no Mineirão neste domingo e a vitória pode fazer a Raposa consolidar sua presença no grupo de classificados para a Libertadores, além de se aproximar do Santos na classificação.

Empolgado e confiante após garantir uma vaga na Copa do Brasil, o time celeste terá ainda o apoio da torcida para aproveitar este bom momento e conquistar mais uma vitória.

Poupando alguns dos mais desgastados, Mano Menezes lançará em campo também atletas que só podem atuar pelo Brasileirão. Digão e Sassá, assim, retornam aos titulares.

O Santos: tenta reduzir a distância para o líder Corinthians e manter vivo o sonho de disputar o título brasileiro nesta temporada.

Em uma seca recente de vitórias no Brasileirão, o Peixe busca romper a série de três jogos sem vencer. No entanto, o período sem perder é maior ainda: Já são 11 rodadas desde a última derrota.

Sob o comando de Levir Culpi, a equipe paulista terá ainda os retornos de Renato e Ricardo Oliveira qualificando ainda mais uma equipe bastante perigosa.

Cruzeiro: Fábio, Ezequiel, Digão, Murilo e Diogo Barbosa; Hudson, Lucas Silva, Elber e Thiago Neves; Rafael Sobis e Sassá. Téc: Mano Menezes.

Santos: Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Alison, Renato e Lucas Lima; Copete, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira. Téc: Levir Culpi.

Horário e Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG). Domingo, 27 de Agosto de 2017 às 19:00.

Motivo: 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Arbitragem: Anderson Daronco (RS), auxiliado por Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS).

Transmissão: Sportv (exceto MG) e PFC. O Guerreiro dos Gramados acompanha a partida em tempo real em seu canal oficial no Facebook e, principalmente, no twitter @GdosGramados.

Retrospecto: Cruzeiro e Santos se enfrentaram 27 vezes em partidas com mando de campo celeste pelo Brasileirão e a vantagem é cinco estrelas.

Foram 8 vitórias da Raposa, 12 empates e 7 derrotas. O time mineiro marcou 41 gols e sofreu 33.