20 jan Pré-jogo: Cruzeiro X Operário-PR (Eliminar o risco)


O Cruzeiro: entra em campo pela primeira vez nesta Série B sem chance matemática de acesso, mas ainda não é possível relaxar em relação à competição em função de ainda existir alguma possibilidade de queda para a Série C.

A melancólica temporada celeste aproxima-se do fim faltando três rodadas para o fim da competição, mas a Raposa precisa ao menos de mais um ponto para poder colocar todo o foco na reformulação e preparação do elenco para 2021. E com este clima de quase desinteresse no duelo contra o Operário, estará em campo nesta quarta-feira.

Com praticamente todo elenco a disposição e diante da necessidade de confirmar a permanência na Série B matematicamente, Felipão deve mandar a campo a equipe base dos últimos jogos.

O Operário-PR: estava atrás do Cruzeiro cinco rodadas atrás, mas a excelente sequência de cinco jogos sem derrota, com quatro vitórias e um empate, promoveram o time paranaense da luta contra o descenso para a briga pelo acesso.

Com a chance de se colocar a 2 pontos do G-4 em caso de vitória, a equipe alvinegra chega a Belo Horizonte com motivação em alta, ao contrário do time celeste. E provavelmente não se contentará em adotar uma posição defensiva.

Contando com alguns jogadores conhecidos do futebol mineiro, como o ex-cruzeirense Pedro Ken e o ex-atleticano Ricardo Bueno, o time comandado por Matheus Costa tem conseguido fazer valer a aposta na mescla da experiência de jogadores que passaram por grandes centros com jovens buscando sua afirmação no futebol.

Cruzeiro: Fábio; Cáceres, Manoel, Ramon e Matheus Pereira; Adriano e Filipe Machado; Airton, Giovanni e William Pottker; Rafael Sobis. Téc: Felipão.

Operário-PR: Martín Rodríguez; Alex Silva, Reniê, Ricardo Silva e Fabiano; Leandro Vilela (Jiménez), Pedro Ken e Marcelo; Jean Carlo, Ricardo Bueno e Rafael Oller. Téc: Matheus Costa.

Horário e Local: Independência, Belo Horizonte (MG). Quarta-feira, 20 de Janeiro de 2021 às 21:30.

Motivo: 35ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B.

Arbitragem: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (PB) auxiliado por Clovis Amaral da Silva (PE) e Thiago Gomes Magalhães (RJ).

Transmissão: Globo (MG), Sportv e PFC.

Retrospecto: Cruzeiro e Operário  encontraram-se uma única vez na história e foi na partida pelo primeiro turno, disputada em Ponta Grossa.

Na ocasião, a Raposa estreava Felipão como treinador e venceu por 1×0, gol de Arthur Caíke.

Por: João Henrique Castro

Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

 


Deixe seu comentário, curta e compartilhe