24 jan Pré-jogo: Cruzeiro x Náutico (Ensaio da despedida)


O Cruzeiro: faz neste domingo a sua última partida como mandante na temporada e já sem chances de acesso ou descenso na Série B, apenas cumpre tabela contra o Náutico.

Em meio às incertezas do próximo ano esportivo e diante de um elenco recortado por dispensas, ações na justiça, afastamentos e jogadores fora dos planos, além da dúvida sobre a permanência de Felipão, a Raposa também não possui margem para a inscrição, por exemplo, de jogadores das categorias de base. E, devido a isso, praticamente não tem como realizar testes nas duas rodadas finais.

Sem Machado, suspenso, Scolari deve levar a campo a formação base das últimas rodadas com apenas o substituto do volante como novidade. Jadson é o favorito para preencher a vaga.

O Náutico: ainda briga pela permanência na Série B e precisa de um ponto para garantir o alívio matemático já nesta rodada, apenas cumprindo tabela no próximo fim de semana contra o CSA, rival que estará no páreo na corrida pela última vaga na Série A.

Com uma campanha irregular, o Timbu vem de goleada sobre o Oeste e com reforços recuperados da Covid-19. Certamente mais motivado para o duelo que a Raposa, o alvirrubro tenderá a ter uma postura mais resguardada para defender o empate salvador, mas pode acabar gostando do jogo.

Sob o comando do experiente Hélio dos Anjos, o Náutico tem no ex-cruzeirense Kieza a principal esperança de gol. Foram oito até aqui na competição.

Cruzeiro: Fábio; Cáceres, Manoel, Ramon e Matheus Pereira; Adriano e Jadson; Airton, Giovanni e William Pottker; Rafael Sobis. Téc: Felipão.

Náutico: Anderson; Kevyn, Camutanga, Rafael Ribeiro e Hereda; Rhaldney, Djavan e Jean Carlos; Erick, Vinícius e Kieza. Téc: Hélio dos Anjos.

Horário e Local: Independência, Belo Horizonte (MG). Domingo, 24 de Janeiro de 2021 às 16:00.

Motivo: 37ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B.

Arbitragem: Flavio Rodrigues de Souza (SP) auxiliado por Daniel Paulo Ziolli (SP) e Herman Brumel Vani (SP)

Transmissão: Globo (MG), Sportv e PFC.

Retrospecto: Cruzeiro e Náutico já se enfrentaram 12 vezes pelo Brasileirão com a Raposa atuando como mandante e o retrospecto é amplamente favorável ao time celeste.

Foram 10 vitórias azuis e 2 empates, com o Timbu desconhecendo o gosto de vencer o Cruzeiro em seus domínios. O Cruzeiro marcou 30 gols e sofreu apenas 7.

Por: João Henrique Castro

Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

 


Deixe seu comentário, curta e compartilhe