30 jul Pré-jogo: Cruzeiro x Londrina (Reação urgente)


O Cruzeiro: vive uma absurda série de oito jogos sem vitória e recebe o Londrina nesta sexta-feira na tentativa de avançar na classificação e deixar a zona de rebaixamento.

Praticamente impedido de projetar objetivos mais nobres neste momento da competição, o time celeste busca ainda um novo ânimo para buscar uma arrancada que vai ficando mais improvável a cada rodada. Nesta rodada, por exemplo, a equipe cinco estrelas chegará no máximo ao décimo quinto lugar na classificação.

As lesões de Lucas Ventura e Rhodolfo e o retorno de Marcelo Moreno ao grupo de relacionados garantem mais uma partida com mudanças de Mozart na escalação. Além do boliviano, Léo Santos e Flávio devem ser os novos titulares.

O Londrina: volta a Série B após ter sido rebaixado à Série C em 2019 e retornar na edição do ano passado com a missão de ao menos permanecer na segunda divisão nacional.

Com investimento modesto e as dificuldades de uma equipe do interior do Brasil, o Tubarão vem em uma série de três jogos sem perder e mostrando reação para tentar deixar a zona de rebaixamento. E certamente aposta na fase complicada da Raposa para esticar a sequência.

Comandado por Márcio Fernandes, o time paranaense tem no meia Celsinho uma referência técnica e consolidada em sua segunda passagem pelo clube.

Cruzeiro: Fábio; Ramon, Léo Santos e Eduardo Brock; Norberto, Flávio, Rômulo e Felipe Augusto; Rafael Sobis, Bruno José e Marcelo Moreno. Téc: Mozart.

Londrina: César; Matheus Bianqui, Marcondes, Lucas Costa (Saimon) e Felipe Vieira; Tárik, Marcelo Freitas e Celsinho; Lucas Lourenço, Safira e Douglas Santos (Luiz Henrique). Téc: Márcio Fernandes.

Horário e Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG). Sexta-feira, 30 de Julho de 2021 às 21:30.

Motivo: 15ª rodada do Brasileirão Série B.

Arbitragem: André Luiz de Freitas Castro (GO), auxiliado por Tiago Gomes da Silva (GO) e Hugo Sávio Xavier Correa (GO).

Transmissão: PFC.

Retrospecto: Cruzeiro e Londrina enfrentaram-se uma única vez em Campeonatos Brasileiros em partidas com mando de campo celeste e a vantagem é mineira.

Com gol de Palhinha, a Raposa venceu por 1×0 em duelo válido pela 2ª fase da edição nacional de 1976.

Por: João Henrique Castro

Foto: Igor Sales/Cruzeiro

 


Deixe seu comentário, curta e compartilhe