31 ago Pré-jogo: Cruzeiro X Figueirense (Hora de provar a força do elenco)


O Cruzeiro: irá ao campo do Ipatingão nesta quarta-feira com um verdadeiro catadão. Sem poder contar com um time completo de desfalques (Fábio, Vítor, Victorino, Naldo, Diego Renan, Gilberto, Montillo, Ortigoza, Wallyson, Keirrison e Wellington Paulista), o técnico Joel Santana teve que recorrer a base para formar a delegação que enfrenta o Figueirense visando se aproximar dos primeiros colocados na tabela.

Pré-jogo: Cruzeiro X Figueirense (Hora de provar a força do elenco)Será uma chance preciosa para que os garotos campeões brasileiros sub-20 na temporada passada possam provar sua qualidade, ganharem a confiança do treinador e da torcida e cravar o seu espaço dentro do elenco para o resto da temporada.

A princípio, o único garoto que terá uma oportunidade logo na saída de bola será o atacante Sebá, mas com a necessidade de substituições, Murilo, Gabriel Araújo, Gil Bahia, Sandro Manoel e Bruninho podem muito bem ter que entrar e corresponder nesta partida que vale muito para que a Raposa consiga se distanciar dos adversários mais próximos e seguir reagindo na competição.

O Figueirense: no entanto, não tem nada a ver com esta situação e certamente virá a Minas Gerais com o objetivo de vencer mais uma partida fora de casa, como fez com o Corinthians na última vez que atuou longe dos seus domínios.

A equipe catarinense foi a grande sensação do primeiro turno e após um mau estadual no início da temporada conseguiu uma campanha consiste no Brasileirão que começou justamente com uma vitória sobre o Cruzeiro na abertura da competição.

O Figueira, porém, vem de derrota no clássico local para o Avaí e a fase não é das melhores. Nas últimas quatro partidas, os catarinenses conquistaram apenas 4 pontos, mas mesmo assim ainda mostram força, pois estes pontos foram conquistados com a vitória sobre o líder Corinthias e um empate com o vice-líder Flamengo.

Expectativa sobre o jogo: O Figueirense tem uma campanha fraca quando atua fora de casa e no primeiro turno conquistou apenas 8 pontos quando atuou sobre esta condição.

Normalmente o torcedor cruzeirense poderia esperar um adversário retrancado, mas os catarinenses podem se lançar ao ataque caso percebam um Cruzeiro em campo desentrosado em função de tantos desfalques.

A tendência, entretanto, é que o Cruzeiro assuma o controle do jogo, especialmente se não sentir em demasia as inúmeras ausências, e será necessário muito cuidado com o contra-ataque adversário que, comandado por Elias e Fernandes e Júlio César, é um dos melhores da competição.

Escalações:

Cruzeiro: Rafael; Marquinhos Paraná, Cribari, Leo e Everton; Leandro Guerreiro, Fabrício, Charles e Roger; Anselmo Ramon e Sebá. Téc: Joel Santana.

Figueirense: Wilson; Bruno, Edson Silva, João Paulo e Juninho; Túlio, Ygor, Maicon e Elias; Fernandes e Júlio César. Téc: Jorginho

Arbitragem: Jaílson Macedo Freitas auxiliado por Fabiano da Silva Ramires e Belmiro da Silva.

Horário e local: Ipatingão, Ipatinga (MG). Quarta-feira, 31 de agosto, às 20:30

Competição: Campeonato Brasileiro, 20ª rodada

Retrospecto: Cruzeiro e Figueirense reúnem um histórico de 6 confrontos válidos pelo Campeonato Brasileiro disputados com o mando de campo celeste.

Foram 3 vitórias da Raposa, 2 empates e apenas 1 vitória dos catarinenses. O Cruzeiro marcou 14 vezes e sofreu apenas 7 gols.

João Henrique Castro (@jhfcastro), tem 23 anos. Mineiro radicado no Rio de Janeiro,graduado em História pela Universidade Federal de Viçosa, mestrando pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e professor de História. Realiza no Guerreiro dos Gramados, o sonho de poder dividir com a China Azul os seus pensamentos sobre o nosso amado Cruzeiro Esporte Clube. Raramente perde uma partida do clube, mesmo não podendo ir freqüentemente ao estádio. Siga o GDG no twitter: @gdosgramados.

Deixe seu comentário, curta e compartilhe