11 mar Pré-jogo: Cruzeiro x CRB (Terceiro degrau)


O Cruzeiro: recebe o CRB nesta quarta-feira pela partida de ida da terceira fase da Copa do Brasil e segue em busca de avançar na competição nacional em meio ao ano de reconstrução.

Derrotado pelo Atlético-MG praticamente no último lance no último domingo, o time celeste almeja encontrar ainda um desempenho mais estável e encorpar a formação titular, incorporando os reforços das últimas semanas.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Com Cabral, Jean e Robinho ainda buscando a melhor condição física, no entanto, Adílson Batista não deve promover mudanças na escalação inicial. A principal novidade deve ser o retorno de Filipe Machado ao meio-campo.

O CRB: será um dos rivais da Raposa na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro e tem buscado formar uma equipe forte para enfim conquistar o acesso à principal divisão nacional.

Os alvirrubros de Maceió, contudo, não começaram o ano na melhor forma e no momento não se encontram dentro do grupo dos oito clubes que avançam para o mata-mata da Copa do Nordeste. No estadual, ocupam a segunda colocação, atrás do Murici.

Jogadores experientes como o zagueiro Gum e o atacante Léo Gamalho, contudo, demonstram os investimentos feitos pelo clube na temporada e garantem liderança técnica e mental ao time comandado por Léo Gamalho.

Cruzeiro: Fábio; Edilson, Cacá, Arthur e João Lucas; Filipe Machado, Jadsom, Maurício e Everton Felipe; Thiago e Marcelo Moreno. Téc: Adílson Batista.

CRB: Victor Souza; Lucas Mendes, Gum, Ewerton Páscoa e Igor; Claudinei e Carlos Jatobá; Luidy, Rafael Longuine e Erik Nascimento; Léo Gamalho. Téc: Marcelo Cabo.

Horário e Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG). Quarta-feira, 11 de Março de 2020 às 21:30.

Motivo: Jogo de ida da 3ª fase da Copa do Brasil.

Arbitragem: Sávio Pereira Sampaio (DF) auxiliado por Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e José Reinaldo Nascimento Júnior (DF).

Transmissão: Globo (AL e MG, exceto Juiz de Fora) e Sportv2.

Retrospecto: Cruzeiro e CRB se encontram pela segunda vez na história pela Copa do Brasil e deu Raposa no primeiro duelo.

Em 2006 as equipes se enfrentaram pela segunda fase da competição e o time celeste dispensou o jogo de volta ao vencer por 2×0, gols de Francismar e Diego Silva, em Maceió.

Por: João Henrique Castro


Deixe seu comentário, curta e compartilhe