Pré-jogo: Cruzeiro X Avaí (É vencer ou dar adeus ao “papai” Joel)


O Cruzeiro:
vive um momento delicado no Campeonato Brasileiro. São quatro derrotas seguidas e uma distância considerável dos primeiros lugares da tabela.
O trabalho de Joel Santana vem sendo questionado nas últimas semanas e a paciência da torcida com tropeços já chegou ao seu limite.

Neste sábado, porém, o time cinco estrelas tem excelentes condições de reagir. A equipe contará com o retorno de cinco atletas que não participaram da derrota contra o Internacional (Thiago Ribeiro, Roger, Fabrício, Éverton e Wellington Paulista) e, embora tenha perdido Wallyson, Gil e Gilberto, parece mais forte e é favorita para a conquista dos três pontos contra um adversário que briga, no momento, para não cair no Brasileirão.

O Avaí: vem de derrota em casa para o São Paulo na última rodada, mas venceu os dois jogos anteriores (contra Corinthians e Ceará) e confia que pode sair do Z-4 após um péssimo início de campeonato.

A equipe catarinense conta com alguns ex-jogadores do Cruzeiro como o armador Pedro Ken, que ainda tem vínculo com o time celeste e, por isso, não poderá jogar neste sábado, e o meia-atacante Leandro Lima, machucado e que não poderá atuar no Parque do Sabiá.

Os catarinenses, aliás, estarão desfalcados ainda do seu principal jogador, o atacante Willian, também machucado, e certamente sentirão a ausência do seu principal artilheiro.

Expectativa sobre o jogo: O torcedor celeste não espera nada menos do que uma vitória neste sábado, de preferência convincente. O adversário oscila bastante no campeonato e, embora seja o 8º melhor visitante do torneio, se apresenta como uma equipe contra a qual não se pode perder pontos.

Um tropeço e o trabalho de Joel Santana no clube ficará seriamente ameaçado. Arrisco a dizer, inclusive, que ou o Cruzeiro vence ou o “papai” pode pedir às contas no retorno da delegação a Belo Horizonte.

Escalações:

Cruzeiro: Fábio; Vítor, Leo, Naldo e Diego Renan; Marquinhos Paraná, Fabrício, Roger e Montillo; Anselmo Ramon e Wellington Paulista. Téc: Joel Santana.

Avaí: Felipe; Welton Felipe, Bruno e Dirceu; Daniel, Acleisson, Batista, Fabiano, Cléverson e Romano; Rafael Coelho. Téc: Alexandre Gallo.

Arbitragem: Péricles Bassols Pegado Cortez (RJ) auxiliado por Dibert Pedrosa Moisés (RJ) e Rodrigo Pereira Jóia (RJ)

Horário e local: Parque do Sabiá, Uberlândia (MG). Sábado, 13 de agosto, às 18:30

Competição: Campeonato Brasileiro, 16ª rodada

Retrospecto: Cruzeiro e Avaí se enfrentaram duas vezes pelo Campeonato Brasileiro em partidas com mando de campo celeste.

A Raposa tem 1 vitória e 1 empate sobre estas condições tendo marcado 3 gols e sofrido outros 2.

João Henrique Castro (@jhfcastro), tem 23 anos. Mineiro radicado no Rio de Janeiro,graduado em História pela Universidade Federal de Viçosa, mestrando pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e professor de História. Realiza no Guerreiro dos Gramados, o sonho de poder dividir com a China Azul os seus pensamentos sobre o nosso amado Cruzeiro Esporte Clube. Raramente perde uma partida do clube, mesmo não podendo ir freqüentemente ao estádio. Siga o GDG no twitter: @gdosgramados.