Pré-jogo: Cruzeiro x Atlético-GO (Reação já)

O Cruzeiro: entrou em um inferno astral na última semana. Duas derrotas, lesões, atrasos na liberação de atletas do Departamento Médico…. Anda difícil encontrar boas notícias na Toca da Raposa.

A necessária virada de página pode começar neste domingo com uma vitória sobre o Atlético-GO e a torcida certamente não espera nada de diferente para aliviar a pressão.

Após a boa atuação na Bahia, o zagueiro Murilo terá uma chance no time titular. Mano, porém, faz suspense no meio-campo e no ataque. Lucas Romero e Hudson disputam uma vaga, enquanto Rafael Marques e Ábila disputam outra.

O Atlético-GO: reagiu na última rodada e conquistou sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro sobre a Ponte Preta.

O triunfo na estreia do técnico Doriva certamente empolgou a equipe e ampliou a confiança na possibilidade de obter bons resultados na sequência da competição, especialmente fora de casa onde ainda não pontuou.

Com investimento modesto, o Dragão sabe que sua briga na competição é ingrata e deve adotar uma postura conservadora para tentar surpreender.

Cruzeiro: Fábio; Ezequiel, Murilo, Leo e Diogo Barbosa; Hudson (Lucas Romero), Ariel Cabral, Robinho, Thiago Neves e Alisson; Ábila (Rafael Marques). Téc: Mano Menezes.

Atlético-GO: Felipe Garcia; André Castro, Eduardo Gabriel, Roger Carvalho e Bruno Pacheco; Marcão Silva, Breno Lopes, Silva, Jorginho e Andrigo; Everaldo. Téc: Doriva.

Horário e Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG). Domingo, 11 de Junho de 2017 às 18:30.

Motivo: 6ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Arbitragem: João Batista de Arruda (RJ), auxiliado por Luiz Cláudio Regazone (RJ) e Eduardo de Souza Couto (RJ).

Transmissão: PFC. O Guerreiro dos Gramados acompanha a partida em tempo real em seu canal oficial no Facebook e, principalmente, no twitter @GdosGramados.

Retrospecto: Cruzeiro e Atlético-GO se enfrentaram 5 vezes em partidas com mando de campo celeste pelo Campeonato Brasileiro e a vantagem é  azul.

Com 4 vitórias e 1 empate, o time cinco estrelas também tem ampla distância no número de gols marcados: 14 contra 3 dos goianos.

Por: João Henrique Castro