08 ago Pré-jogo: Corinthians X Cruzeiro (Chance de deixar o Z-4)


O Cruzeiro: pode saltar para a 15ª colocação nesta segunda-feira e, enfim, deixar o Z-4 e ter mais tranquilidade na temporada.

A rodada foi favorável para a Raposa e os tropeços de Figueirense e Santa Cruz, além do jogo adiado do Botafogo em função da Olimpíada, abriram espaço para o time celeste deixar a incômoda zona de rebaixamento. Mas para isso, vencer é fundamental.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Com os retornos de Henrique, Marciel e Willian, Mano Menezes tem uma equipe mais forte para tentar a tarefa. A principal dúvida é se Ramon Ábila permanece no comando de ataque ou se Willian retorna à função.

O Corinthians: está de olho na liderança e uma vitória por 3 gols de diferença daria ao time paulista esta condição.

Um triunfo por placar inferior, no entanto, já seria suficiente para deixar o alvinegro ao lado do rival Palmeiras na pontuação. Certamente a torcida corintiana marcará presença no Pacaembu para tentar auxiliar nesta tarefa.

Tendo Marquinhos Gabriel como dúvida, Cristóvão Borges pode utilizar Guilherme no time titular. O bom volante Elias é o destaque no meio-campo para tentar ditar o ritmo da partida.

Corinthians: Cássio, Fagner, Yago, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique, Elias, Marquinhos Gabriel (Guilherme) e Giovanni Augusto; Romero e André. Téc: Cristovão Borges.

Cruzeiro: Elisson; Lucas, Bruno Rodrigo, Manoel e Edimar; Henrique, Ariel Cabral, Robinho e De Arrascaeta; Rafael Sobis e Willian (Ramon Ábila). Téc: Mano Menezes.

Horário e Local: Pacaembu, São Paulo (SP). Segunda-feira, 08 de Agosto de 2016 às 21:00.

Motivo: 19ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2016.

Arbitragem: Dewson Fernando Freitas da Silva, auxiliado por Marcio Gleidson Correia Dias e RHelcio Araujo Neves.

Transmissão: PFC. O Guerreiro dos Gramados acompanha a partida em tempo real em seu canal oficial no Facebook, além do twitter @GdosGramados.

Retrospecto: Cruzeiro e Corinthians se enfrentaram 32 vezes em partidas pelo Campeonato Brasileiro com os alvinegros como mandantes e a vantagem é paulista.

Foram 8 vitórias celestes, 9 empates e 15 derrotas. A Raposa marcou 26 gols e sofreu 40.


Deixe seu comentário, curta e compartilhe