07 abr Pré-jogo: Coimbra x Cruzeiro (Firmar posição)


O Cruzeiro: enfim chegou ao G-4 do Campeonato Mineiro após vencer o Tombense na última rodada e nesta quarta-feira a Raposa encara o Coimbra para afirmar sua posição junto ao grupo de classificados às semifinais do torneio.

O desempenho irregular nos primeiros jogos da temporada ainda preocupa a torcida, mas a Raposa vai em busca de evoluir o seu padrão de jogo e a formação de um time-base. E as vitórias são cruciais para consolidar este processo.

Satisfeito com o desempenho da equipe na última partida, Felipe Conceição não deve fazer mudanças profundas na escalação. O jovem Weverton é o mais cotado para substituir Manoel, suspenso, e na lateral-esquerda a dúvida segue entre Alan Ruschel e Matheus Pereira.

O Coimbra: busca permanecer por mais uma temporada no Módulo I do Mineiro e dar um passo a mais na consolidação do projeto do clube-empresa de Contagem, mas a presença atual na zona de rebaixamento liga o alerta na equipe.

A Águia, no entanto, segue na briga para pelo menos repetir o décimo lugar da estreia na principal divisão estadual em 2020, ano em que venceu o Cruzeiro e onde busca a inspiração para repetir o feito nesta temporada.

Sob o comando de Eugênio Souza, a equipe é formada por jogadores em busca de afirmação no futebol e conta com o atacante Igor, autor de um dos dois gols do time até aqui na competição, como principal referência no ataque.

Coimbra: Jori; Filipi, Augusto, Carciano e Lucas Hipólito; Thomás, Kauê e Marquinho; Guilherme Santos, Rafhael Lucas e Igor. Téc: Eugênio Souza.

Cruzeiro: Fábio; Cáceres, Ramon, Weverton e Matheus Pereira (Alan Ruschel); Adriano, Matheus Barbosa e Marcinho; Airton, Bruno José e Rafael Sobis. Téc: Felipe Conceição.

Horário e Local: Independência, Belo Horizonte (MG). Quarta-feira, 07 de Abril de 2021 às 17:30.

Motivo: 8ª rodada do Campeonato Mineiro.

Arbitragem: Ricardo Marques Ribeiro auxiliado por Leonardo Henrique Pereira e Weyder Marques Borges.

Transmissão: PFC.

Retrospecto: Cruzeiro e Coimbra enfrentam-se pela segunda vez na história e a primeira partida aconteceu no Campeonato Mineiro do ano passado.

Também no Independência, mas com mando de campo celeste, a Raposa foi batida por 1×0 no último jogo com público antes da paralisação do futebol em virtude da pandemia da COVID-19.

Por: João Henrique Castro

Foto: Fernando Monteiro/AGIF


Deixe seu comentário, curta e compartilhe