Pré-jogo: Atlético-MG x Cruzeiro (Recuperar terreno)

O Cruzeiro: pode terminar a rodada do Brasileirão na 4ª colocação e, enfim, dar um sinal mais forte de que pensa grande na atual edição do campeonato.

A campanha irregular até aqui, com tropeços em casa e um aproveitamento medíocre fora de casa, exige do time cinco estrelas vencer longe dos seus domínios para recuperar terreno na classificação. E neste domingo a Raposa tem uma boa oportunidade.

Satisfeito com o desempenho coletivo nos últimos jogos, apesar do vacilante comportamento da defesa, Mano Menezes deve repetir a escalação do empate contra o Palmeiras pela Copa do Brasil.

O Atlético-MG: faz mistério em relação a escalação da equipe para o clássico deste domingo. Baseado, especialmente, no confronto que a equipe alvinegra terá contra o Jorge Wilsterman pela Libertadores no meio da próxima semana na Bolívia.

O desgaste pode fazer com que o treinador Roger Machado poupe alguns atletas, mas o discurso durante a preparação era de que o Atlético-MG teria força máxima em função da importância do jogo e da necessidade de subir na classificação.

Certo mesmo, até aqui, só o desfalque do volante Rafael Carioca, suspenso. Na lateral-direita, o retorno de Alex Silva ao time é dúvida.

Atlético-MG: Victor; Yago (Alex Silva), Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Adílson, Roger Bernardo (Luan), Elias e Cazares; Robinho e Fred. Téc: Roger Machado.

Cruzeiro: Fábio; Ezequiel, Leo, Kunty Caicedo e Diogo Barbosa; Lucas Romero e Ariel Cabral; Robinho, Thiago Neves e Alisson; Rafael Sobis.. Téc: Mano Menezes.

Horário e Local: Independência, Belo Horizonte (MG). Domingo, 02 de Julho de 2017 às 16:00.

Motivo: 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Arbitragem: Anderson Daronco (RS), auxiliado por Rafael Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade (RS).

Transmissão: PFC. O Guerreiro dos Gramados acompanha a partida em tempo real em seu canal oficial no Facebook e, principalmente, no twitter @GdosGramados.

Retrospecto: O Cruzeiro desafia o retrospecto contra o Atlético-MG no Independência, buscando igualar o placar no confronto direto entre as equipes no Horto pelo Brasileirão.

Foram 6 jogos, todos desde o fechamento do Mineirão em 2012, e desde então o confronto teve três vitórias do Atlético-MG, duas do Cruzeiro e um empate. O time celeste marcou 11 gols e sofreu outros 11.

Por: João Henrique Castro