Pré-jogo América X Cruzeiro (Encarando o Coelho)

Salve nação celeste invicta em 2009! Após uma semana sem ver nosso Cruzeiro em ação é chegada a hora de mais uma partida pelo Campeonato Mineiro. O tropeço contra o Tupi aumentou a necessidade de uma vitória contra o América neste domingo , pois dificilmente o Atlético-MG perde para o Guarani(se bem que se tratando do Galo, não é impossível)e uma derrota pode fazer a liderança mudar de mãos. No entanto, a vantagem da partida amanhã é amplamente celeste.

O América há muito tempo já não é o tal time que facilita para o Atlético-MG e engrossa para o Cruzeiro, como se falava no início dessa década. Já são 7 longos anos sem derrota do Cruzeiro para o Coelho o que reforça a hegemonia do Cruzeiro sobre os rivais de Belo Horizonte, afinal não é só o Atlético que não sabe o que é vencer o Cruzeiro há um bom tempo.

Outro fator favorável ao Cruzeiro é a média de idade do time do América. Embora experiência seja um fator importante, jogadores mais velhos sofrem quando enfrentam um time cuja maior característica é a velocidade, caso do esquadrão celeste.

 

A possibilidade de ver Ramires e Cia colocarem o time americano na roda é grande, mas será necessário que o time encare a partida com seriedade e aproveite as chances quando as tiver diferentemente do que ocorreu contra o Tupi. Uma vitória é essencial para que não paire uma desconfiança sobre o time e, principalmente, sobre a política de rodízio de jogadores realizada por Adílson que foi questionada por Anderson e Kléber.

 

O Cruzeiro deve ir a campo amanhã com: Fábio, Jonathan, Anderson, Leonardo Silva e Sorín; Fabrício, Marquinhos Paraná, Ramires e Wágner; Kléber (Soares) e Wellington Paulista (será o fim do rodízio?)

 

Já o América, treinado por Flávio Lopes, vai a campo com Flávio, Bruno Heleno, Micão, Wellington Paulo e Bruno Barros; Dudu, Leandro Ferreira (Nando), Capixaba e Tucho; Marcelo e Bruno Mineiro. (Existe a chance de Euller voltar a equipe).

 

Curiosidade da partida: Das quinze vezes que o América se consagrou campeão mineiro, o Cruzeiro foi vice em 5 oportunidades (1922-1925 e 1971). Já o Cruzeiro foi campeão em 34 oportunidades com o América de vice em 6 destes títulos (1930, 1959, 1960, 1965, 1973 e 1992). O vice favorito dos dois, no entanto, é aquele time que sempre morre na praia, o Atlético. Na última vez que Cruzeiro e América se enfrentaram por uma competição oficial foi pelo Mineiro de 2007 e o Cruzeiro venceu por 2 a 1 no estádio Independência.

João Henrique Castro (@jhfcastro), tem 23 anos. Mineiro radicado no Rio de Janeiro é graduado em História pela Universidade Federal de Viçosa é mestrando pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e professor de História. Realiza no Guerreiro dos Gramados, o sonho de poder dividir com a China Azul os seus pensamentos sobre o nosso amado Cruzeiro Esporte Clube. Raramente perde uma partida do clube, mesmo não podendo ir freqüentemente ao estádio. Siga o GDG no twitter: @gdosgramados.