Obrigado, Hudson. Bem-vindo, Fred!

Final de ano é época de muitas especulações. O momento atual não está muito propício para grandes negociações, tendo em vista a situação financeira complicada na maioria dos grandes clubes brasileiros.

O Cruzeiro, que viu sua dívida crescer consideravelmente nos últimos anos, aposta em jogadores em fim de contrato para se reforçar, e em investidores para bancar talvez 3 jogadores para suprir necessidades pontuais em nosso elenco.

Não é segredo que não temos grande poder para correr atrás de contratações e, em um caso específico em nosso elenco, a falta de recursos pesou na não contratação do volante Hudson. O São Paulo, detentor do passe do atleta, pediu algo em torno de 1,5 milhões de euros para negociar o jogador em definitivo. Quantia muito alta se pensarmos que trata-se de um jogador de 30 anos e que, mesmo encaixando muito bem em nosso elenco, não demonstrou muita coisa durante a carreira.

Fico triste pela saída de um jogador importante no título da Copa do Brasil de 2017, porém entendo a posição da nova diretoria ao não se render ao pedido “sem noção” do São Paulo. Cabe a nós, torcedores, lamentarmos a saída do jogador e desejar sorte durante sua carreira. Honrou o Maior de Minas em todo o tempo em que esteve por aqui. Obrigado, Hudson!

Por outro lado, fomos surpreendidos com a “contratação relâmpago” do atacante Fred. Após 13 anos, o atleta volta a defender as cores do Maior de Minas, para tentar apagar um pouco da má imagem que o próprio jogador construiu em seu passado recente, após várias recusas à ofertas do Cruzeiro e o sim ao nosso maior rival.

Confesso que, a princípio, fiquei sem reação à notícia que o ex camisa 9 da seleção Brasileira poderia reforçar nosso elenco. Amadurecendo a ideia e analisando friamente, entendo que trata-se de um grande reforço para o próximo ano, em que disputaremos novamente a Libertadores.

Fred foi artilheiro e peça importante em todos os clubes que defendeu em sua carreira e, mesmo em idade já avançada, tem plenas condições de manter a média e nos ajudar bastante em um ano tão importante em nossa história, e também nos próximos.

Financeiramente, o Cruzeiro deve arcar apenas com o salário de Fred, já que o jogador teve seu contrato rescindido recentemente com o outro clube que defendia. Tornando o negócio ainda mais viável pois, mesmo sofrendo com dificuldades financeiras, o clube não deve desembolsar com contratações.

Espero que Fred possa contribuir bastante conosco nos próximos anos, com sua qualidade, experiência e liderança. Assim sendo, seja muito bem-vindo, Fred! Você fica bem melhor de azul.

Por: Luciano Batista