O contrato novo te fez bem, Fábio (Goiás 0 x 1 Cruzeiro – Campeonato Brasileiro 32ª rodada)

Salve guerreiros! Nona vitória consecutiva sobre o esmeraldino! O Cruzeiro tem sido um verdadeiro terror para o torcedor goiano, e devemos creditar a vitória de ontem a um nome: Fábio, O Arqueiro de Deus. Agora de contrato renovado, Fábio parece ter voltado à sua melhor forma. Obviamente também podemos creditar sua boa fase ao crescimento do time como um todo a partir do início do trabalho do Mano Menezes que contribuiu para a recuperação de vários dos jogadores do elenco celeste, até o contestado Paulo André, quando acionado, tem feito atuações regulares, mas vamos a análise:

O Jogo

O Cruzeiro domina os minutos iniciais arrancando vaias da torcida goiana logo aos 2′ de partida. foram 2’50” em que o Goiás não tocou sequer na redonda, mas a partir daí o esmeraldino equilibra as ações e tenta mostrar que manda em seus domínios, entretanto apenas aos 6’32” consegue seu primeiro lance de perigo obrigando Fábio a uma importante defesa, mais de posicionamento correto que propriamente de reflexo.

A Raposa se sente confortável em explorar contra ataques, que não resultam em tantas oportunidades de gol. Fábio segue sendo o nome mais importante da equipe celeste com outras importantes defesas , inclusive em cobranças de falta, algo pelo qual carrega um certo estigma desde a eliminação para o Paulista de Jundiaí em um passado muito distante.

Vem o segundo tempo com a Raposa oferecendo um pouco mais de perigo à meta de Renan. Willian teve algumas oportunidades, mas foi De Arrascaeta que fez o gol da vitória cruzeirense ao aproveitar rebote em chute fortíssimo desferido pelo Bigode da entrada da área.

Ao Goiás não restava alternativa a não ser se lançar ao ataque, cedendo ao Cruzeiro preciosos, porém mal aproveitados contra-golpes. De Arrascaeta ainda teve outra chance muito clara ao escorar de cabeça centro vindo da esquerda, mas a bola caprichosa tirou tinta da trave direita de Renan, e foi só.

“Guerreiro de ouro” pertence ao melhor salário de goleiro do Brasil, ontem justificado pelas importantes defesas. “Guerreiro de lata” vai para Williams, não por ter jogado mal, mas por ter levado mais um cartão resultando em outra suspensão nesse brasileiro. Isso já está virando regra e é  muito inconveniente pois o jogador é peça importante no esquema do Mano. Se liga, Williams!

FICHA TÉCNICA

GOIÁS 0 X 1 CRUZEIRO

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 25 de outubro de 2015 (domingo)
Horário: 18h (de Brasília)
Árbitro: Nielson Nogueira Dias (CBF-PE)
Assistentes: Clóvis Amaral da Silva (asp-FIFA-PE) e Francisco Chaves Bezerra Júnior (CBF-PE)
Cartões amarelos: Erik, Arthur, Bruno Henrique e Patrick (Goiás); Paulo André, Fabrício, Williams e Cabral (Cruzeiro)

GOL: De Arrascaeta.

GOIÁS: Renan; Gimenez (Wesley), Felipe Macedo, Fred e Diogo Barbosa; Patrick, David e Arthur (Murilo); Bruno Henrique, Erick e Zé Eduardo (Ruan)
Técnico: Danny Sérgio

CRUZEIRO: Fábio; Ceará, Paulo André, Bruno Rodrigo e Fabrício; Henrique, Williams (Marquinhos), Cabral (Charles), Marcos Vinícius e De Arrascaeta; Willian (Leandro Damião)
Técnico: Mano Menezes

Próximo sábado o Time do Povo vai à Ressacada enfrentar o Avaí, agora livre do fantasma da série B que continua exclusividade do time da imprensa em Belo Horizonte. Até lá China Azul.

Guerreiro dos Gramados. Nossa Torcida! Nossa Força!

Por: Álvaro Jr