24 set O calendário futebolístico de 2014, uma afronta a qualquer time de futebol


O calendário futebolístico de 2014, uma afronta a qualquer time de futebol - Cruzeiro Esporte Clube

Chega uma hora muito importante para o futebol brasileiro que é o anúncio do calendário dos compromissos de futebol da elite em 2014. Ano de Copa do Mundo, muito importante para o país, mas que atrapalhou o futebol no Brasil.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Como se não bastasse os jogos extremamente acumulados no segundo semestre, muito por causa dos infames estaduais, por uma má organização de datas do Brasileiro e da Copa do Brasil, aonde se joga de forma desumana rotineiramente as quartas e aos domingos, cena essa que já vemos há alguns anos, na próxima temporada teremos a antecipação do início dos estaduais e, consequentemente, na diminuição da pré-temporada dos clubes.

Esse calendário é um disparate com qualquer forma de profissionalismo que se há no futebol. Além de todos os problemas já conhecidos e o último já citado, ocorrerá o encavalamento de jogos em pequenos espaços de tempo, como de dois em dois dias. Não é possível que não se perceba que isso é impossível, é uma afronta aos campeonatos aqui disputados, não existem formas de se atuar em bom nível em terras tupiniquins.

Quem são os culpados? A culpa é da nossa querida e bem quista Confederação Brasileira de Futebol, que atua da forma mais suja e negligente com nossos times, que organiza um calendário desse, e se acha no direito de pautar a vida dos clubes.

Mas isso se deve também há uma negligência da cartolagem brasileira, que não visa de forma nenhuma o crescimento do time, e sim de suas contas bancárias, o time que se ferre.

A única forma viável dos clubes se organizarem, saírem desses tipos de problema e de calendários desumanos, é formando uma liga de clubes, aonde se discuta o futebol, os campeonatos, e que, aí sim, se negligencie a CBF, deixando seu campeonato às moscas. Aí sim poderemos dar um basta não só ao calendário, mas também ao despreparo técnico de árbitros, de estrutura e de logística do futebol nacional.

 


Deixe seu comentário, curta e compartilhe