08 abr No Mineirão, o Maior de Minas passou o carro por cima do América e manteve a liderança do Mineiro


Na teoria, o mandante do jogo pela 9ª rodada do Mineiro era o América, mas na prática, quem manda na Toca III é o Cruzeiro, que jogou bem e continuou invicto em 2013.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Aos nove minutos, o primeiro lance perigoso foi do Mequinha. Fábio Junior dominou a bola depois dela bater em Bruno Rodrigo, mas chutou muito longe do gol.

Nem deu tempo da cornetada reclamar, porque logo aos dez minutos Ceará cobrou lateral e a jogada “ensaiada” com a defesa do América deu certinho. A bola parou no pé daquele que não perdoa. Borges só teve o trabalho de colocá-la no fundo das redes de Neneca e começar brilhando na sua estreia na Toca III.

Aos 16 minutos, Éverton Ribeiro fez um lindo lançamento para Éverton, que achou Diego Souza bem posicionado para subir e cabecear para ampliar o placar. América 0 x 2 Cruzeiro.

O Cruzeiro mandou no jogo no primeiro tempo e o América quase não achava espaço. A Raposa continuou chegando ao gol de Neneca e o América não deu nenhum grande susto. O time da casa (emprestada) ainda teve César Lucena amarelado por falta em Borges antes de ir para o intervalo.

No segundo tempo, o Cruzeiro começou com tudo. Aos três minutos, Nilton soltou uma bomba de fora da área, que passou perto da meta do goleiro Neneca, mas ficou só no susto mesmo. (alô, mulher do Nilton, vamos ver isso aí, hein?).

Aos quatro minutos Diego Souza (que deve ter dormido bem essa noite, porque tava bem acordado durante o jogo), chegou chegando na grande área, passando por César Lucena e chutando firme e conseguindo escanteio para o Cruzeiro. Na cobrança, Bruno Rodrigo foi ao terceiro andar e mostrou que está permitido ao Cruzeiro fazer gol de bola parada.

Com três a zero no placar, o Cruzeiro ficou mais relaxado em campo e, aos 12 minutos, o América tirou Rodriguinho e colocou Willians.

O América teve 5 minutos de presença no campo de ataque. Dos 13 aos 18, o time da casa (só que não) tentou colocar água no chopp cruzeirense.

Aos 13 minutos, Juninho arriscou de fora e obrigou a gente a lembrar que o Fábio estava em campo. Aos 17 minutos Diego Souza fez falta em Fábio Junior e levou amarelo (o terceiro dele, que está fora da partida contra o Nacional). Na cobrança, Nikão soltou a bomba e Fábio defendeu mandando para escanteio. Depois da cobrança, a bola sobrou pra Doriva que dominou e chutou no canto de Fábio para diminuir o placar, aos 18 minutos. América 1 x 3 Cruzeiro.

As más línguas dizem que o gol do América é culpa de certos pés-frios que chegam para comentar no meio do jogo.


A chegada


A consequência


Calúnias


Calma, gente


Fui, vocês não merecem falar comigo nem com meu anjo


Parem, vocês não vivem sem mim no tuinto

Logo depois do gol, Marcelo Oliveira colocou Élber no lugar de Diego Souza e eu coloquei uma meia.

Aos 24 minutos Borges levou amarelo por falta em Everton Luiz e aos 26 Nikão foi amarelado por falta em Leandro Guerreiro.

Para alegria do João Henrique Castro da Rádio GDG (Nosso Willian Bonner das Alterosas), aos 28 minutos, finalmente Ananias entrou no lugar de Ricardo Goulart. O América mexeu junto, colocando Geovanni no lugar de Nikão.

Everton Ribeiro chegou a marcar aos 33 minutos, mas o senhor que fica na beirada do campo levantou a bandeira, apesar do jogador estar uns dois anos-luz atrás do último zagueiro americano.

Tudo bem, porque o Cruzeiro tem Borges. Aos 34 minutos, Ceará enfiou uma bola no meio da defesa adversária e colocou o homem-gol ali onde ele não perdoa. De cara pro gol, Borges chutou cruzado e fez o quarto do Maior de Minas.

O América tirou Doriva para entrada de Leandro Ferreira aos 35 minutos e no Cruzeiro saiu Everton (que sentiu) para dar lugar a Egídio, aos 36 minutos.

Aos 38 minutos, Neneca ainda defendeu o que seria o terceiro gol de Borges, mas o jogo ficou mesmo 4 a 1 para o Cruzeiro. Uma apresentação para agradar até mesmo aos cruzeirenses mais chatos.

Houve aqueles que mantiveram o hábito de criticar Leandro Guerreiro, apesar de o volante ter feito uma boa partida, segurando bem a marcação no meio campo (sério, gente), embora o camisa cinco tenha falhado no gol do Coelho.

Com a vitória, o Cruzeiro se mantém líder isolado do ruralzão, com 25 pontos, seguido de perto pelo Atlético, que tem 24.

Na próxima rodada, o Cruzeiro enfrenta o Nacional no Mineirão, mas antes vai a Maceió enfrentar o CSA na estreia pela Copa do Brasil.

Nesta segunda, às 21 horas, tem Guerreiros em Debate, AO VIVO, na Rádio Guerreiro dos Gramados. Falaremos tudo sobre a vitória do Cruzeiro e a preparação para o jogo desta quarta no início da caminhada rumo ao penta! A China Azul participa mandando perguntas pelo Facebook e pelo twitter, com a hashtag #RadioGDG. Faça como o Cruzeiro, não perca!


Deixe seu comentário, curta e compartilhe