Ninguém liga? O Sassá ligou (Cruzeiro 2 x 0 Grêmio – Primeira Liga)

Salve, guerreiros !

Jogo morno nesta noite de quarta em Belo Horizonte. A julgar pelas escalações, nem Cruzeiro, ou Grêmio estavam muito interessados na classificação à próxima fase da Primeira Liga. A Raposa com um pouco mais de obrigação por estar jogando diante de seu torcedor. No Grêmio, nem o Renato Gaúcho veio, mandou seu auxiliar dirigir o terceiro time tricolor gaúcho. Quando o juiz apita, as coisas começam a tomar proporção de partida de futebol. Apesar do desinteresse inicial, o jogo foi ganhando alguns contornos no seu decorrer, pois, muita gente estava interessada em mostrar serviço, e isso, apenas isso, fez com que alguns atletas demonstrassem alguma vontade, mas nada de brilhante.

O jogo

A Raposa dominou todo o jogo, característica do time de Mano Menezes. Percebeu-se um padrão, mas sem a eficiência do time titular, apesar de Robinho, De Arrascaeta e Rafael Sobis estarem em campo. O Cruzeiro buscou sempre a vitória, mas quando não esbarrava da defesa gremista, parava no goleiro Léo. Rafael pouco foi ameaçado. Preciso salientar a boa estréia do zagueiro Arthur. Seguro, por baixo e pelo alto, o jogador chamou a atenção de Mano e deve ficar como opção nas próximas partidas celestes. Os gols vieram quase no fim, detalharemos a seguir.

Primeiro tempo

Esta etapa da partida foi morna, de dar sono. O Grêmio bem fechado não dava ao Cruzeiro a oportunidade de criar muitas oportunidades de gol. Uma delas surgiu em belo cruzamento vindo da esquerda para a cabeçada fulminante de Lucas Silva, defendida na linha do gol pelo bom goleiro Léo. Por outro lado, Rafael não foi exigido, poderia ter voltado pro segundo tempo com o mesmo uniforme.

Segundo tempo

Os 45′ finais foram mais animados. O Cruzeiro buscou a vitória desde o início da etapa final. Criou várias oportunidades, mas, abusou das jogadas aéreas, algo que não tem sido o forte desse time. Lembrando ainda que o Grêmio contou em sua defesa com Bruno Rodrigo, nosso ex-zagueiro que é conhecido por seu bom tempo de bola pelo alto. Ele fez 16 gols de cabeça quando atuava por aqui, então, certamente, esse não era o caminho celeste para o gol.

Ao contrário da Copa do Brasil, a Primeira Liga permite a utilização de Sassá, que entrou e mudou a história do jogo. Foram dele as duas assistências para os gols de Raniel e De Arrascaeta, uma delas em jogada plástica passando por dois adversários antes de assistir seu companheiro. Se ninguém estava muito a fim antes do jogo começar, Sassá entrou e mostrou que está. É de Sassá o Guerreiro de ouro de hoje. Guerreiro de lata, indiscutivelmente pertence a Lennon (risos). Não tem condições de envergar o manto. Minha única reação à participação do atleta, são boas risadas. Conseguiu tentar o domínio de uma bola no peito e ser “derrubado” por ela. Intimidade nenhuma.

Raniel também está pedindo passagem. Continuo acreditando que o garoto pode resolver essa Copa do Brasil a nosso favor. Meu titular absoluto! Resta saber se Mano, que é quem escala, corroborará comigo. Agora é enfrentar o Londrina no Paraná, e penso que o treinador deveria poupar todos os titulares. Ontem, por exemplo, o Flamengo, nosso adversário na final da Copa do Brasil, perdeu Vizeu para o primeiro jogo semana que vem. Todo cuidado é pouco.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 2 X 0 GRÊMIO 

Local: Mineirão, Belo Horizonte
Data-hora: 30/8/2017 – 21h45
Árbitro: Paulo Roberto Alves Jr (PR)
Auxiliares: Victor Hugo Imazu (PR) e Rafael Trombeta (PR)
Público: Não disponível
Cartões amarelos: Arthur, Raniel (CRU); Machado (GRE)
Cartões vermelhos: Mano Menezes (CRU).
Gols: Raniel, (44’2°T) e Arrascaeta, (46’2°T)

CRUZEIRO: Rafael; Lennon, Digão, Arthur (Murilo) e Bryan; Nonoca, Lucas Silva (Sassá), Robinho e Arrascaeta; Raniel e Rafael Sobis (Alisson) – Técnico: Mano Menezes.

GRÊMIO: Léo; Léo Gomes, Rafael Thyere, Bruno Rodrigo e Conrado; Kaio, Machado, Esperon (Dionathã, int), Patrick (Dudu, 13’2°T) e Jean Pyerre; Beto da Silva (Batista, 41’2°T) – Técnico: Felipe Endres (Auxiliar)

Como já disse acima, o próximo desafio celeste é a semi-final da Primeira Liga contra o Londrina. O jogo será no Estádio do Café onde também na noite desta quarta o time paranaense eliminou o Fluminense. Até lá, China Azul.

Guerreiro dos Gramados. Nossa torcida, nossa força!

Por: Álvaro Jr