Meu bem, meu mal (Londrina 0 x 2 Cruzeiro – Copa do Brasil 2ª fase)

Salve guerreiros! Quase que o Cruzeiro me engana ontem, quase. O que vimos foram duas etapas distintas, como se o Delamore e Deivid tivessem dirigido o time um em cada 45 minutos. A diferença entre o primeiro tempo celeste e o segundo foi soniferamente gritante, vamos à analise.

O jogo

O primeiro tempo me encheu de esperança. A escalação de Pisano como meia de ofício corrigiu o buraco que o Cruzeiro tinha entre a linha defensiva e a ofensiva, vide o jogo na fase anterior da CB contra o Campinense.

O time ganhou ligação com a bola sendo conduzida de trás para frente quase que invariavelmente passando pelo baixinho armador argentino. Isso revela que definitivamente não é função para o De Arrascaeta que sofreu uma concussão na partida anterior e deve ficar alguns dias de fora.

Finalmente, Bruno Rodrigo volta a marcar de cabeça e Henrique após quase um ano sem ir às redes também, e que golaço! Falando em Henrique, fez um excelente primeiro tempo ontem com a nova formação da equipe.

Estava aí garantida a classificação direta para a terceira fase da CB, mas ainda tinha todo um segundo tempo por jogar. Para nosso infortúnio, a Raposa decidiu apenas administrar o resultado, e no nesta etapa voltamos a ver o time do Deivid jogar. Fato esse que poderia ter nos custado muito caro, pois o Londrina tentou a todo custo fazer um gol que adiaria sua eliminação.

O time celeste precisa ser mais eficiente em aproveitar os contra-ataques, pois o que se viu foi uma sucessão de oportunidades perdidas que certamente poderiam ter nos dado tranqüilidade na segunda etapa da partida.

Guerreiro do ouro fica com Henrique que além do golaço, voltou a mostrar um futebol eficiente. Menção honrosa para Romero que desarmou demais. Guerreiro de lata: Élber. Não sabe que decisões tomar quanto tem chances, saiu na cara do goleiro e resolveu passar, errou. Lançado pela direita no segundo tempo deveria ter passado a bola, finalizou e errou. Use a cabeça rapaz.

FICHA TÉCNICA:
LONDRINA-PR 0 X 2 CRUZEIRO

Local: Estádio do Café, em Londrina (PR)
Data: 10 de maio de 2016 (terça-feira)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Márcio Henrique de Góis (CBF-SP)
Assistentes: Márcio Bezerra Lopes Caetano (FIFA-SP) e Alex Ang Ribeiro (CBF-SP)
Cartões amarelos: Germano, Jô, Sílvio e Matheus (Londrina); Sánchez Miño, Ariel Cabral e Lucas Romero (Cruzeiro)
GOLS: Bruno Rodrigo, aos 22, e Henrique, aos 36 minutos do primeiro tempo

Londrina: Marcelo Rangel; Igor Bosel, Silvio, Matheus e Paulinho; Bidía (Rafael Gava), Germano, Netinho e Zé Rafael (Jô); Paulinho Moccelin (Bruno Batata) e Itamar. Técnico: Cláudio Tencati

Cruzeiro: Fábio; Lucas, Léo, Bruno Rodrigo e Sánchez Miño; Henrique, Lucas Romero, Elber (Douglas Coutinho), Pisano (Ariel Cabral) e Allano (Bruno Ramires); Willian. Técnico (interino): Geraldo Delamore

 

Agora vem o Brasileiro e ainda não foi contratado um treinador. Vamos, Cruzeiro. O primeiro desafio é enfrentar o Coritiba fora de casa dia 14 às 21h. Até lá, China Azul. Guerreiro dos Gramados. Nossa torcida, nossa força!

 

Por: Álvaro Jr