Mesmo sem espetáculo, Raposa bate Atlético-GO e se reaproxima do G-4

Não foi aquela exibição de encher os olhos, mas o Cruzeiro foi eficiente nesta quarta-feira e venceu o Atlético-GO por 2 a 0, iniciando o segundo turno com o pé direito.

A Raposa começou a partida estudando o adversário, que apesar de estar na zona de rebaixamento não perdia há cinco jogos , e pouco criou na primeira etapa. Com Sandro Silva e Charles de volta ao meio-campo, a equipe sentia a falta de entrosamento e tinha dificuldades em criar boas jogadas, mas também não via o adversário com capacidade de incomodar o seu setor defensivo.

A medida que o tempo passou, porém, o Cruzeiro se soltou em campo e passou a chegar próximo ao gol de Márcio. E foi em um momento de pressão que Borges, após desvio de Léo em cobrança de escanteio de Montillo, girou com a bola dominada e finalizou para abrir o placar aos 28 minutos do primeiro tempo.

O gol celeste obrigou o Atlético-GO a buscar o ataque e o Cruzeiro reduziu o ritmo. Aproveitando o recuo do time celeste, o Dragão começou a pressionar e teve uma ótima chance aos 41 minutos quando Wallyson cometeu penalti em Eron. Na cobrança, porém, o goleiro Márcio mandou direto para fora e desperdiçou a melhor chance da equipe goiana no jogo.

A segunda etapa começou da mesma forma que terminou a primeira. Com o Atlético-GO buscando o ataque e o Cruzeiro se defendendo.

A pressão goiana incomodava e a defesa celeste oferecia espaços, mas faltava qualidade ao Dragão para empatar ao passo que ótimos espaços de contra-ataque eram oferecidos ao time celeste que não sabia aproveitá-los.

[Vídeo] Os gols e os melhores momentos de Atlético-GO 0 x 2 Cruzeiro pela 20ª rodada do Brasileiro 2012

Aos 24 minutos, Tinga desarmou Gustavo e invadiu a área, sendo derrubado por Dodó. Penalti que Wellington Paulista, que havia entrado um minuto antes e nem colocado o pé na bola ainda, bateu e converteu dando números finais ao placar.

Com a ampliação da vantagem, o Atlético-GO partiu para o abafa no desespero e o Cruzeiro teve inúmeras chances de ampliar no contra-ataque.  No entanto, Souza, Wellington Paulista e Wallyson, só para mencionar as situações mais claras, desperdiçaram, mas não faria falta. A vitória já estava garantida e ao apito final só coube ao torcedor cruzeirense comemorar a vitória e a diminuição da distância para o G-4 de 7 para 4 pontos. Foto: Carlos Costa/Futura Press

Nesta quinta-feira o Guerreiros em Debate repercute tudo sobre a vitória do Cruzeiro e a preparação para o duelo contra o Náutico. O programa vai ao ar na Rádio Guerreiro dos Gramados ,às 23 horas, AO VIVO. Divulgue e não perca!

Lembrando que continua a campanha pelo jogo de despedida de Marcelo Ramos. Clique e assine a petição!