Mano Menezes, ou seu nome na história, ou em um novo contrato

Mano Menezes, ou seu nome na história, ou em um novo contrato

Mano Menezes aplaudindo meu texto. Obrigado, Mano! Reprodução.

Todos os dias vejo cruzeirenses preparando o discurso para caso o Cruzeiro ganhe a Copa do Brasil – o que a matemática diz ser hoje 50% possível. Preparando um pensamento pra provar, caso dê certo, que foi apesar do Mano, e que se deu errado, no fundo já sabia desde o início.

Acho que todo torcedor de verdade, em algum momento da vida, deveria ter sido obrigado a praticar algum esporte. Vôlei, futebol, peteca, tênis, o que seja, mas para que tivesse um pouco mais de entendimento da prática e não vivesse somente no mundo da imaginação.

Você quer ganhar sempre, mas não vai conseguir. Mesmo que seja o melhor do mundo. Até Pelé, o melhor atleta de todos os tempos, perdeu. E isso lhe fez ainda melhor.

Estamos sempre disputando com o outro, e é impossível ganhar sempre. Digo tristes verdades estatísticas: a maior parte das Libertadores que disputamos perdemos, e as que ainda disputaremos, vamos também perder. Das Copas do Brasil também. Dos Brasileiros, o mesmo.

O que é imprescindível mesmo é que em cada uma dessas derrotas nunca tenha faltado vontade e determinação.

As estatísticas são frias, mas são realistas. Não vamos nos comportar como se fôssemos o Real Madrid, porque não somos, e por enquanto não vamos ser. Então, se o Cruzeiro atualmente é 6° colocado no Brasileiro, o time mostra um futebol convincente nos últimos jogos, e estamos na final da Copa do Brasil, não faz sentido, NESTE MOMENTO, perseguir um treinador que tem um trabalho aceitável.

“Ele está no Cruzeiro há um ano e time não tem padrão”, a formação do Cruzeiro parece bastante clara, e estamos na final da Copa do Brasil.

“Pelo elenco que tem o Cruzeiro era pra estar melhor”, há vários elencos caros e bons no futebol brasileiro, não somos os únicos.

“Cruzeiro está a 6 pontos da zona”, e está também a 5 pontos do 4° colocado, a culpa não é do Mano se estamos no campeonato mais equilibrado do mundo.

Lembro que cornetavam o Marcelo BICAMPEÃO BRASILEIRO e entendo melhor o presente, mas acho que eliminar esse pensamento irracional em alguns geraria bons frutos ao clube. Como provavelmente teríamos ido mais longe em 2015 se ele não tivesse sido demitido. E, principalmente, estaríamos com as contas melhores.

Terminando mal o Brasileiro (em uma posição abaixo da 6°) e perdendo a Copa do Brasil, concordarei com a maioria no fim do ano em procurar um novo treinador, iniciar um novo trabalho.

Mas no meio de tudo ver alguns colocando suas preferências pessoais acima do bom senso é incompreensível. Ver gente esperando o título pra falar que o Mano não teve participação, ou a derrota pra dizer que sempre esteve certo, é pesado. Isso que eliminamos Palmeiras, São Paulo e Grêmio, alguns deles com times até melhores que os nossos.

Escolha ser feliz, esqueça ter razão. Fechado com o Mano Menezes até pelo menos o fim do ano. E já sonhando pra ter motivos  pra estender o contrato, ou então pra ele sair com o nome marcado na história do Maior de Minas como o técnico do penta.