Mais uma vez entregando a paçoca

Salve Nação Celeste! Pois é, o Cruzeiro vacilou pela milésima vez neste Brasileirão e deixou escapar pontos importantes que poderiam também mudar a colocação do time azul na tabela do campeonato sem contar na lambança que o técnico Adílson Batista arrumou na equipe  durante segundo tempo de jogo contribuindo e muito para o empate contra os catarinenses.
 
Foi uma partida de nível médio para baixo, onde nenhum dos dois times estava disposto à força a barra sobre o outro. O Cruzeiro possuía um maior domínio de bola, mas ao mesmo tempo não conseguia completar as jogadas ofensivas e muito menos finalizar com clareza. O Avaí sempre esperava erros de saída de bola cruzeirense para invadir a área e tentar marcar seus gols caracterizando assim uma partida morna e sem grandes emoções. Para esquentar um pouco o confronto entre os times azul e branco, Leonardo Silva abriu o placar para a Raposa aos 42 minutos da etapa inicial após chute cruzado de Jonathan. Fim de primeiro tempo, Avaí 0x1 Cruzeiro.
 
Início da etapa final, Avaí bem mais ofensivo vindo até a pressionar o Cruzeiro em vários lances e logo no início do segundo tempo, os catarinenses empataram a partida com um gol do volante Léo Gago. Tal igualdade no marcador deixou o jogo mais aberto já que as duas equipes queriam a vitória e aos 15 minutos, o Cruzeiro volta a ficar em vantagem no placar após um belíssimo cruzamento de Jonathan que na medida alcançou a cabeça de Fabrício que fuzilou as redes do goleiro Martini, tal jogada fez com que muitos torcedores celestes relembrassem o tempo da Libertadores. Oh Saudade!
 
Mas o pior estava por vir, após mexidas inexplicáveis do técnico Adílson Batista, o time celeste passou a quase não atacar mais, errava muitos passes na entrada da área dando condição total de sofrer um empate. E aos 46 minutos veio o castigo, Muriqui dominou a bola entre os backs cruzeirenses que bisonhamente deixaram uma “avenida” frente à zaga e tocou para Cristian empatar o jogo. Fim de partida Avaí 2×2 Cruzeiro, sem sombra de dúvidas um resultado merecido devido às circunstâncias ocasionadas pelo time celeste dentro de campo.
 
O que dizer sobre este momento da Raposa, cada semana que passa, nós torcedores celestes ficamos mais chateados devido ao futebol e à postura do Cruzeiro dentro das quatro linhas. Dá desgosto ter que assistir as partidas do nosso amado time 5 estrelas, sem contar na insegurança que toda a China Azul sente em virtude dessas apresentações da equipe do Sr. Adílson Batista, que neste domingo foi muito infeliz em suas substituições durante o jogo. O time não tem uma jogada ensaiada, vive num perde e ganha na intermediária, sem contar na problemática da zaga cruzeirense, que em todo o jogo causa danos ao time. Realmente o Cruzeiro só está cumprindo tabela, esperando o ano terminar para que em 2010 tudo possa ser diferente.
 
Vaga para a Libertadores, as chances já estão quase extintas, só um “milagre” pode deixar o Cruzeiro entre os quatro primeiros. Mas vejamos o lado bom das coisas, pelo menos o time subiu de 13º para 11º, se é que tal fato pode ser considerado como algo excelente! É caríssimos, ta difícil! Mas seremos sempre Cruzeiro apesar dos pesares!
 
Um abraço a todos!
Sangue Azul tem Poder!