16 Maio Jogos Históricos: Classificação em Curitiba (Atlético-PR 2 x 2 Cruzeiro – Oitavas de final da Copa do Brasil de 2000)


Cruzeiro e Atlético-PR se enfrentam pela quarta vez na história pela Copa do Brasil. A Raposa leva desvantagem na disputa, tendo sido eliminada duas vezes e se classificado apenas uma. Justamente a que permitiu ao clube celeste seguir na trilha do tricampeonato do torneio em 2000.

Tal qual nesta temporada, o confronto naquele ano aconteceu pelas oitavas de final. A partida em Curitiba, porém, foi o duelo de volta e aconteceu com o time celeste já em vantagem após vencer o confronto de ida por 2×1 no Mineirão.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A temporada, porém, não era das melhores até ali. Em parceria com o fundo de investimentos Hicks Muse, a Raposa havia feito investimentos importantes para a temporada, mas a equipe não correspondia. Na Copa Sul-Minas, o time celeste até chegou a decisão, mas foi derrotado pelo América. Já no estadual, tropeçava de forma relativamente constante o que já havia, inclusive, promovido uma troca de treinador. Marco Aurélio assumiu o posto após o pedido de demissão de Paulo Autuori.

A equipe, por sua vez, reagiu muito bem a troca de comando. Nos nove jogos que antecederam o confronto contra o Furacão em Curitiba, oito vitórias, incluindo um clássico contra o Atlético-MG, e um empate. E foi com confiança que a Raposa encarou os paranaenses almejando a classificação para as quartas de final da Copa do Brasil.

Em uma partida que não deixou muitos registros, as emoções ficaram todas guardadas para o segundo tempo. E foi com show de Oséas, um dos principais reforços para a temporada, que a classificação celeste foi construída.

Aos 5 minutos da segunda etapa, o atacante baiano marcou pela primeira vez e colocou a Raposa em vantagem. No entanto, Gilson Batata deixou tudo igual aos 31 minutos e reabriu a disputa. Um gol paranaense e o confronto iria para os pênaltis.

No minuto seguinte, porém, Oséas brilhou e marcou o que talvez tenha sido o seu mais belo gol com a camisa celeste, passando fácil pela marcação adversária e finalizando com tranquilidade no canto esquerdo do goleiro Flávio.

Pressionado pela necessidade de fazer mais três gols para ficar com a vaga, o Atlético-PR não teve forças para reagir. Aos 44 minutos, Gilmar Batata empatou o confronto em 2×2 em cobrança de falta. Mas com a confortável vantagem celeste, só restou aguardar o apito final e comemorar a classificação.

Ficha Técnica: Atlético-PR 2 x 2 Cruzeiro

Motivo: Jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil

Data: 31/05/2000.

Local: Arena da Baixada, Curitiba (PR).

Atlético-PR: Flávio; Luisinho Neto (Kleberson), Reginaldo, Gustavo, Jorginho Paulista (Gilson Batata), Luiz Carlos Goiano (Silas), Marcus Vinícius, Adriano, Kelly, Lucas e Kléber. Téc: Vadão.

Cruzeiro: André, Zé Maria, Alexandre, Cléber, Rodrigo, Donizete, Ricardinho, Jackson, Viveros (Cris), Fábio Júnior (Geovanni), Oséas (Cléber Monteiro). Téc: Marco Aurélio.

Gols: Oséas aos 5 min (1×0) e aos 32 min (2×1) do 2º tempo. Gilson Batata aos 31 min (1×1) e aos 44 min (2×2) do 2º tempo.

Fonte: Almanaque do Cruzeiro.

Gol de Oséas: https://www.youtube.com/watch?v=KE6LyHDFdQM

Por: João Henrique Castro


Deixe seu comentário, curta e compartilhe