Imprensa bairrista?

O Cruzeiro e nós torcedores, mesmo estando localizados na região sudeste deste nosso Brasil continental, somos desprezado e praticamente ignorados pela imprensa do eixo Rio-São Paulo.

Na verdade, nem sei se deveríamos nos preocupar com isso, mas o fato é que, precisamos vencer muito mais, fazer muito mais gols, ficar muito mais tempo invicto, conquistar muito mais títulos, para conseguirmos ser lembrados e termos um pouco mais de destaque POSITIVO na mídia nacional. Entretanto para termos destaque negativo, não precisa perder muito, nem levamos grandes goleadas.

O Cruzeiro já conquistou duas Copas Libertadores, dois Campeonatos Brasileiros, quatro Copas do Brasil, é o único clube brasileiro que conquistou os três campeonatos que disputou no mesmo ano (Campeonato Mineiro, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro), conquista essa conhecida como a Tríplice Coroa, é o time que fez mais gols e o maior número de pontos em uma mesma edição do Campeonato Brasileiro (102 gols e 100 pontos). Todas estas conquistas ainda não são suficientes para termos um lugar de destaque nacionalmente como os times do tal “eixo”.

A qual conclusão chegamos? Será que realmente vale à pena ficarmos nos preocupando com a mídia mineira? Penso que já nos preocupamos de forma excessiva com a mídia nacional, quanto mais com a mineira.

No meu ponto de vista, quem não gosta de emissora “A”, que passe a escutar a “B”, da mesma forma com relação a jornais, revistas, comentaristas, narradores, etc. Todas estas pessoas que hoje são responsáveis por estes meios de comunicação, que falam “bem” ou “mal”, um dia irão passar, mas nossa Torcida, nosso amor pelo Cruzeiro é o que fica.

Nossa Torcida, Nossa Força!

Força Guerreiros!