Feliz 2017, Cruzeiro!

Feliz 2017, Cruzeiro!

Salve, China Azul!

Agora é pra valer: essa semana se inicia, de verdade, a temporada 2017 do Cruzeiro. A partir deste momento, todo jogo vale muita coisa, e tudo o que foi feito na temporada de nada vai adiantar se daqui pra frente as coisas não derem certo.

É bom ressaltar que não podemos excluir tudo o que foi feito até aqui. Os jogos das fases iniciais do Campeonato Mineiro, da Copa do Brasil e da Copa da Primeira Liga serviram para testar formações, jogadores, estilos de jogo e situações que serão recorrentes ao longo da temporada. Mas agora tudo muda. Qualquer erro pode ser fatal, qualquer derrota pode ser determinante. E todo torcedor cruzeirense faz apenas uma pergunta: será que o Cruzeiro está preparado?

Até agora, na temporada, são 19 jogos oficiais, com 38 gols a favor e 10 gols contra. Muito mais do que números, o Cruzeiro tem um padrão nas suas atuações. É uma equipe que possui jogadores muito técnicos e que tem como principal característica a velocidade para contra-atacar. Ainda podemos destacar a solidez defensiva, com poucas falhas e muita segurança nas exibições, principalmente, da dupla de zaga. Alguma irregularidade, é verdade, mas nada do que fuja do normal para um início de temporada.

Porém agora é a hora da verdade.

Os níveis de concentração devem estar acima do normal, principalmente na hora da concretização das jogadas. O Cruzeiro tem um alto poder criativo mas, por displicência, erra bastante na escolha do último passe ou na própria finalização. Além disso, são jogos onde todos devem estar ligados durante cada segundo de partida. Não dá pra cochilar: a partir desta semana, serão várias finais, até o término da temporada.

Confio que o Cruzeiro está preparado para tudo o que virá a seguir. Todavia, a teoria não entra em campo. Esta é a hora em que a equipe tem que mostrar o que a torcida pode esperar para o restante da temporada.

Bem-vindo, 2017!

Por: Pedro Henrique Paraíso