18 Maio Fechado com o Cruzeiro #FechadoComOCruzeiro


Fechado com o Cruzeiro #FechadoComOCruzeiro

Não precisamos de um espírito de porco. Exatamente isso, ninguém precisa de gente de cabeça fraca e ideias pobres. Se você não acredita na vitória, no ‘milagre’, no título, não saia de casa no domingo. Assista aí na Rede Globo, ouvindo os comentários tendenciosos de Bob Faria e sua trupe galinácea. Nem vai precisar de pay per view nesse jogo. Esse é o meu apelo: somente saia de casa rumo ao Mineirão no domingo se estiver fechado com o Cruzeiro. De corpo e alma, torcendo como nunca. Do primeiro ao último minuto. Ser mais um na catraca e menos uma voz, será inútil. Portanto pensem bem em como vão agir para esse próximo embate. Ainda está em tempo de vender o seu ingresso para alguém que verdadeiramente esteja no clima da decisão. E isso é imprescindível.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Para quem vai ao estádio, assim como eu, prepare a garganta. Vai ser difícil. Vai ser uma guerra. A situação é extremamente adversa. Mas vamos ser sinceros, e daí? Já pegamos times mais fortes em situações até piores e conseguimos. A vitória de 2011, quando tínhamos um time extremamente inferior ao rival, é emblemática. Camisa ganha jogo SIM. E a nossa é mais pesada que a deles, por mais que essa imprensa patética force a barra em uma igualdade fictícia. Quando entrar em campo, o time precisa saber se impor. A nossa galeria de troféus nos obriga a isso. Quem enverga essa camisa não pode ter outra postura. E a torcida deve fazer o mesmo. Apoio irrestrito a esse time. Não precisa gostar do Everton, do Léo, do Leandro Guerreiro ou do Marcelo Oliveira. Não torcemos por eles e sim pela instituição. Não estamos no melhor momento da temporada, mas um jogo não pode ser termômetro para um trabalho. Calma para analisar, loucura para torcer e oxigênio para os pulmões. Enquanto tiver forças, apoie. Grite, cante, lute. O Cruzeiro precisa de você.

Consigo conceber que é possível que o título não venha. Futebol não é receita, o imponderável pode acontecer e existe um risco muito grande de que o resultado não seja o ideal. Isso não pode mudar nada. Você não deixa de ser cruzeirense quando seu time perde. Pode ficar triste, chateado, mas no outro dia já estamos com as baterias recarregadas para apoiar nossos guerreiros, sejam eles craques ou bagres. A direção fez um esforço para montagem de um time forte, saibamos reconhecer. Não é pensar que pela perda de um estadual precise cair o treinador e quem mais estiver por perto. A temporada é longa e o time vinha apresentando um bom futebol, convincente. Vamos deixar essas amarras que só nos permitem enxergar um palmo adiante de nosso nariz. Sem querer traçar nenhum paralelo com o futebol inglês, um tal de Alex Ferguson se aposentará nesse mesmo domingo após 27 anos treinando um clube. E demorou a conquistar os troféus que tanto se esperava. Grandes times não se moldam da noite para o dia. Cinco meses de trabalho já deram a impressão de que a coisa tá sendo bem feita. Não vamos pressionar de forma errada e jogar tudo isso pelo ralo. APOIAR, essa é a palavra de honra.

Estou confiante na vitória, mas preparado para qualquer resultado. Acho bom que estejamos com o espírito de luta somente dentro do campo, ninguém precisa de mais violência nesse meio. Que a boçalidade humana não impere e tenhamos um grande jogo, com um comportamento decente de lado a lado. Provocações são muito bem vindas. E espero ter motivos para sorrir muito no domingo e na segunda feira. Tem muita gente engasgada, falando demais de uns tempos pra cá. Respeitando, mas sabendo da nossa grandeza, temos que ir para o Mineirão presenciar uma batalha. Como a muito não tínhamos, pelas obras que nos deixaram tanto tempo longe de casa. Aliando esse fator a nossa torcida, nossos jogadores e a aura de campeão que só nós possuímos nada é impossível. Confiem, apoiem que a coisa vai fluir. Domingo, 16 horas, Estádio Governador Magalhães Pinto. Nos vemos por lá. E sorriremos por último.


Deixe seu comentário, curta e compartilhe