Fazendo as contas: Vencer fora ainda não é obrigação. Mas ajudaria bastante

A 21ª rodada voltou a reduzir o número de pontos projetados para permanecer na Série A em 2016. Com 42 pontos, os times tem mais de 50% de chance de seguir na divisão principal na próxima temporada, o que significa que fazendo o dever de casa no Mineirão, a Raposa segue sem precisar pontuar longe de seus domínios.

A pontuação projetada recuou de 43 para 42 pontos em função dos tropeços da turma de baixo da tabela. Dos cinco últimos, ninguém venceu na última rodada e, tirando o empate do Coritiba, os demais saíram de campo derrotados, incluindo o Cruzeiro.

Fato é que a situação celeste, apesar da proximidade da zona de rebaixamento, ainda não é crítica. Todavia, é necessário um aproveitamento superior ao que o time celeste tem até agora no campeonato (36,5% contra os atuais 34,9%). Tudo bem que vencer fora de casa ainda não é uma obrigação, mas derrotar a Ponte Preta nesta quarta-feira seria um grande alívio nas contas.

Vamos calcular (Estatísticas sobre as chances retiradas do site “Chance de Gol”)

Meta: Passou de 43 para 42 pontos

Aproveitamento necessário: Subiu de 38,9% para 39,2% (superior aos 36,5% do Avaí, atual 15º colocado)

Resultados almejados: 6 vitórias, 2 empates e 9 derrotas

Chances de título ou Libertadores atingindo esta meta: Impossível.

Chances de permanecer na Série A atingindo esta meta: Superior a 50%

Chances de título do Cruzeiro: Inferiores a 0,01%

Chances de Libertadores do Cruzeiro: Caíram de 0,5% para 0,06%

Chances de ficar no meio da tabela: Caíram de 83,8% para 71,63%

Chances de rebaixamento: Subiram de 15,7% para 28,3%.

Tabela restante

Ponte Preta (F) – 0 pontos

Figueirense (C) – 3 pontos

Flamengo (F) – 0 pontos

Atlético-MG (C) – 0 pontos

Vasco (C) – 3 pontos

Chapecoense (F) – 0 pontos

Coritiba (C) – 3 pontos

Grêmio (C) – 1 ponto

Atlético-PR (F) – 0 pontos

Fluminense (C) – 3 pontos

Goiás (F) – 0 pontos

Avaí (F) – 0 pontos

São Paulo (C) – 1 ponto

Sport (C) – 3 pontos

Palmeiras (F) – 0 pontos

Joinville (C) – 3 pontos

Internacional (F) – 0 pontos

Por: João Henrique Castro