Fazendo as contas: Vencer e secar

Salve nação celeste! O Cruzeiro não conseguiu derrotar o Vitória na última rodada e com isso viu reduzir ainda mais suas chances de terminar o Brasileirão na segunda colocação.

Para permanecer com chances na última rodada, aliás, não bastará vencer o Vasco. Será preciso também que o Grêmio perca e o Palmeiras tropece, além de recomendável que o Santos também vacile em seu próximo compromisso.

As remotas possibilidades, porém, não devem animar o time e muito menos a torcida cinco estrelas que neste domingo se despede do Mineirão em 2017. De preferência, festejando a vitória e o tropeço dos rivais.

Números projetados para o segundo lugar, a partir do aproveitamento atual do vice-líder (Grêmio: 56,5%)

Meta: 62 pontos (o máximo possível).

Aproveitamento necessário: Segue em 100%.

Resultados almejados: 2 vitórias.

Tabela restante do Cruzeiro

Vasco (C) – 3 pontos.

Botafogo (F) – 3 pontos.

Desempenho projetado do Grêmio:

Máximo de pontos a serem conquistados: 0 pontos.

Resultados almejados: 2 derrotas.

Aproveitamento almejado: 0% (inferior ao do lanterna Atlético-GO com 31,5%)

Tabela restante do Grêmio:

Atlético-GO (C) – 0 pontos.

Atlético-MG (F) – 0 pontos.

Desempenho projetado do Palmeiras:

Máximo de pontos a serem conquistados: 1 ponto.

Resultados almejados: 1 empate e 1 derrota.

Aproveitamento almejado: 16,7% (inferior ao do lanterna Atlético-GO com 31,5%)

Tabela restante do Palmeiras:

Botafogo (C) – 1 ponto.

Atlético-PR (F) – 0 pontos.

Desempenho projetado do Santos:

Máximo de pontos a serem conquistados: 3 pontos.

Resultados almejados: 1 vitória e 1 derrota.

Aproveitamento almejado: 50,0% (superior ao atual aproveitamento do líder Corinthians com 67,6%)

Tabela restante do Santos:

Flamengo (F) – 0 pontos.

Avaí (C) – 3 pontos.

Por: João Henrique Castro