16 jan Fazendo as contas: Próximo do desfecho


O Cruzeiro decepcionou mais uma vez na partida contra o Oeste, desperdiçou uma rodada praticamente perfeita para tentar engrenar na disputa do acesso e cristalizou sua situação na intermediária da classificação.

As chances de chegar ao G-4 viraram ínfimas e as de descenso, embora ainda menores, cresceram um pouco. Fato é que a Raposa não pode relaxar e achar que o campeonato acabou, sob pena de ver os rivais da parte baixa se aproximarem na reta final.

A coluna, contudo, seguirá tendo o acesso como perspectiva enquanto a matemática permitir. Mas o leitor perceberá, através das projeções abaixo, que o time celeste só chegaria ao G-4 por um milagre.

Vamos as contas (segundo o site de estatísticas da UFMG)

Meta: 56 pontos (projeção a partir do máximo que o Cruzeiro pode alcançar. Dependeria ainda de um recuo do aproveitamento do 4º colocado. A projeção é que o CSA, atual ocupante da última vaga, alcance 58 pontos)

Aproveitamento necessário: Manteve-se em 100%  (superior ao do América, líder com 64,8%)

Resultados almejados: 4 vitórias, 0 empates e 0 derrotas.

Chances de título atingindo esta meta: 0%.

Chances de acesso atingindo esta meta: 15,6%

Chances de rebaixamento atingindo esta meta: 0%.

Chances de título do Cruzeiro: A Raposa não tem mais chances de título.

Chances de acesso do Cruzeiro: Caíram de 0,74% para 0,16%.

Chances de permanência na Série B do Cruzeiro: Subiram de 99,25%  para 99,84%.

Chances de rebaixamento do Cruzeiro: Subiram de 0,01% para 0,03% .

Projeção

Juventude (F): 3 pontos.

Operário (C): 3 pontos.

Náutico (C): 3 pontos.

Paraná (F): 3 pontos.

Desempenho dos rivais (Cruzeiro depende que os rivais alcancem o máximo exposto abaixo, mesmo conquistando 100% de aproveitamento nas rodadas finais)

CSA (4º lugar com 52 pontos) – No máximo 1 V, 1 E e 2 D.

Juventude (5º lugar com 52 pontos) – No máximo 1 V, 1 E e 1 D. (Seria derrotado pelo Cruzeiro no confronto direto)

Operário (6º lugar com 51 pontos) –  No máximo 1V e 1 E. (Seria derrotado pelo Cruzeiro no confronto direto. Já atuou na rodada)

Sampaio Corrêa (7º lugar com 48 pontos) – No máximo 2 V e 1 E. (Já atuou na rodada)

Avaí (8º lugar com 48 pontos) – No máximo 2 V e 2 E.

Ponte Preta (9º lugar com 48 pontos) – No máximo 2 V e 2 E.

Guarani (10º lugar com 48 pontos) – No máximo 2 V e 1 E. (Já atuou na rodada).

Brasil de Pelotas (11º lugar com 47 pontos) – Já atuou na rodada. Seria ultrapassado pelo Cruzeiro caso a Raposa vença todos os jogos.

CRB (12º lugar com 46 pontos) – Já atuou na rodada. Seria ultrapassado pelo Cruzeiro caso a Raposa vença todos os jogos.

Por: João Henrique Castro

 


Deixe seu comentário, curta e compartilhe