02 set Fazendo as contas: Ponto de estabilidade


O Cruzeiro empatou fora de casa contra o CRB na última rodada conquistando um ponto que não estava entre os previstos pela coluna, justamente em função do grau de dificuldade teórico do confronto, um dos mais duros do returno.

Os resultados dos adversários, entretanto, não contribuíram para melhorar o cenário celeste no objetivo de alcançar o G-4 da Série B ao final da temporada. Entre os dez primeiros, incluindo o CRB, a grande maioria teve um resultado positivo na rodada. Foram 5 vitórias, 2 empates e apenas 3 derrotas entre os times do grupo, elevando a média projetada para o acesso em um ponto, justamente o “extra” conquistado pela Raposa em Maceió.

Ao fim da 21ª rodada, portanto, o cenário celeste praticamente na competição praticamente permaneceu inalterado. Contra o Goiás no próximo confronto, a equipe cinco estrelas volta a encarar um compromisso entre os mais duros até o fim do torneio e, em tese, qualquer ponto aliviará as contas para as partidas seguintes. Tropeços dos primeiros colocados, entretanto, são cruciais para que o corte não volte a subir como nesta rodada.

Vamos as contas (segundo o site chance de gol)

Meta: Subiu de 61 para 62 pontos (pontuação que hoje confere mais chances de acesso do que permanência)

Aproveitamento necessário: Subiu de 68,6% para 72,5% (superior ao do Coritiba, líder com 61,9%)

Resultados almejados: 11 vitórias, 4 empates e 2 derrotas.

Chances de título atingindo esta meta: Inferior a 0,1%.

Chances de acesso atingindo esta meta: Superior a 70%.

Chances de rebaixamento atingindo esta meta: 0%.

Chances de título do Cruzeiro: Subiu de 0,1% para 0,05%.

Chances de acesso do Cruzeiro: Caiu de 0,8% para 0,7%.

Chances de permanência na Série B do Cruzeiro: Subiu de 86,3% para 86,7%.

Chances de rebaixamento do Cruzeiro: Caiu de 12,9% para 12,6%.

Projeção

Goiás (F): 0 pontos.

Ponte Preta (C): 3 pontos.

Operário (C): 3 pontos.

Vasco (F): 1 ponto.

CSA (C): 3 pontos

Guarani (F): 1 ponto.

Brasil (C): 3 pontos.

Coritiba (F): 0 pontos.

Botafogo (C): 3 pontos.

Avaí (F): 1 ponto.

Remo (C): 3 pontos.

Vila Nova (C): 3 pontos.

Londrina (F): 3 pontos.

Brusque (C): 3 pontos.

Vitória (F): 3 pontos.

Sampaio Corrêa (F) – 1 ponto.

Náutico (C) – 3 pontos

Por: João Henrique Castro

 


Deixe seu comentário, curta e compartilhe