14 dez Fazendo as contas: Melhora de perspectiva


O Cruzeiro venceu o Vitória e contou com uma rodada favorável para melhorar a perspectiva na disputa pelo acesso à Série A da próxima temporada.

Com apenas três clubes na faixa entre o terceiro e o décimo lugar vencendo no fim de semana, a pontuação projetada para terminar o campeonato no G-4 sofreu nova redução. O triunfo celeste sobre os baianos, por sua vez, também contribuiu para reduzir o desafio nas dez rodadas finais.

Embora se projete na simulação abaixo que os tropeços ainda “permitidos” acontecerão nos confrontos diretos, tal simulação leva em conta apenas a dificuldade teórica dos jogos que a Raposa ainda tem pela frente. Vencer os rivais mais bem posicionados na briga, os chamados “jogos de seis pontos”, certamente ajudaria ainda mais. Mas destaque-se desde já que o time celeste viu elevar suas chances e, embora seja necessária uma campanha forte na reta final, não é necessário, ao menos ainda, que seja completamente perfeita.

Vamos as contas (segundo o site chance de gol)

Meta: Caiu de 62 para 61 pontos (projeção a partir do aproveitamento atual do 4° colocad0. O Sampaio Corrêa tem 53,6% dos pontos disputados e chegaria aos 61 pontos mantendo este índice)

Aproveitamento necessário: Caiu de 81,8% para 76,7%  (superior ao da Chapecoense, líder com 67,9%)

Resultados almejados: 7 vitórias, 2 empates e 1 derrota.

Chances de título atingindo esta meta: Inferior a 0,1%.

Chances de acesso atingindo esta meta: Inferior a 50% (a projeção de 61 pontos ainda é de risco alto para não garantir o acesso. Depende da consolidação do aproveitamento do quarto colocado ao longo das próximas rodadas).

Chances de rebaixamento atingindo esta meta: 0%.

Chances de título do Cruzeiro: Mantiveram-se em 0,01%.

Chances de acesso do Cruzeiro: Subiram de 21,7% para 34,4%.

Chances de permanência na Série B do Cruzeiro: Caíram de 78,28% para 65,58%.

Chances de rebaixamento do Cruzeiro: Mantiveram-se em menos de 0,01%.

Projeção

CSA (C): 1 ponto.

Avaí (F): 3 pontos.

Ponte Preta (F): 3 pontos.

Cuiabá (C): 3 pontos.

Sampaio Corrêa (F): 1 ponto.

Oeste (C): 3 pontos.

Juventude (F): 0 pontos.

Operário (C): 3 pontos.

Náutico (C): 3 pontos.

Paraná (F): 3 pontos.

Por: João Henrique Castro

 


Deixe seu comentário, curta e compartilhe