Fazendo as contas: Mais perto

Salve nação celeste! Após a vitória do Cruzeiro sobre o Sport e os tropeços de rivais diretos na briga pelo G-6, o Cruzeiro não só ingressou no grupo dos classificados a Libertadores como viu ficar mais próximos os números necessários para terminar o Brasileirão no grupo com vaga assegurada no torneio continental.

A meta de pontos, por exemplo, caiu de 58 para 57, graças ao desempenho irregular dos candidatos nesta disputa. Melhor para a Raposa que assim pode projetar um ponto a menos do que na rodada anterior na relação dos jogos que ainda restam a disputar.

Uma campanha quase impecável em casa, portanto, deve ser suficiente para colocar o time celeste na próxima Libertadores. Ou então, ao menos uma campanha em que a equipe recupere fora os pontos perdidos no Mineirão. O Cruzeiro está mais forte na briga!

Números projetados segundo informações do Chance de Gol.

Meta: Caiu de 58 para 57 pontos.

Aproveitamento necessário: Caiu de 57,4% para 52,9%. (Superior ao Palmeiras, 4º colocado com 52,4%).

Resultados almejados: 8 vitórias, 3 empates e 6 derrotas.

Chances de título atingindo esta meta: Menos de 0,01%.

Chances de Libertadores atingindo esta meta: Superiores a 50%.

Chances de permanecer na Série A atingindo esta meta: Superiores a 99,9%.

Chances de título do Cruzeiro: Subiram de 0,02% para 0,2%.

Chances de Libertadores do Cruzeiro: Subiram de 39,9% para 55,2%.

Chances de Sul-Americana do Cruzeiro: Caíram de 52,5% para 40,6%.

Chances de ficar no meio da tabela sem vaga em torneio continental: Caíram de 7,09% para 3,7%.

Chances de rebaixamento: Caíram de 0,5% para 0,3%.

Tabela restante

Santos (C) – 3 pontos.

Chapecoense (F) – 0 pontos.

Bahia (C) – 3 pontos.

Atlético-GO (F) – 1 ponto.

Corinthians (C) – 1 ponto.

Grêmio (F) – 0 pontos.

Ponte Preta (C) – 3 pontos.

Coritiba (F) – 0 pontos.

Atlético-MG (C) – 3 pontos.

Palmeiras (F) – 0 pontos.

Atlético-PR (C) – 3 pontos.

Flamengo (F) – 0 pontos.

Fluminense (C) – 3 pontos.

Avaí (C) – 3 pontos.

Vitória (F) – 1 ponto.

Vasco (C) – 3 pontos.

Botafogo (F) – 0 pontos.

Por: João Henrique Castro