Fazendo as contas: Ganhando terreno

Salve nação celeste! O Cruzeiro não jogou no fim de semana, mas teve razões para sorrir. Afinal de contas a derrota do Corinthians para o Bahia foi além da nossa expectativa de tropeço para os alvinegros (projetávamos um empate) e as chances celestes de se aproximar da equipe alvinegra aumentaram mais um pouco.

O percentual de probabilidade da Raposa, porém, ainda é muito baixo. 1,7%, para ser mais preciso. Em 1000 campeonatos, faturaríamos apenas 17. Mas quem garante que a edição deste ano não será justamente uma dessas?

Fato é que esta semana pode ser decisiva para as pretensões cinco estrelas no Brasileirão. Com jogos teoricamente mais acessíveis, o time celeste pode aproveitar para ganhar terreno na disputa. E ser uma das equipes que consiga, enfim, inflamar de vez a morna disputa pelo título nacional, caso o Corinthians siga tropeçando.

Números projetados para o título segundo informações do Chance de Gol.

Meta: Caiu de 73 para 72 pontos.

Aproveitamento necessário: Caiu de 87,9% para 83,33%.

Resultados almejados: 8 vitórias, 1 empate e 1 derrota.

Chances de título atingindo esta meta: Superiores a 50%.

Chances de Libertadores atingindo esta meta: O Cruzeiro já está classificado para a próxima Libertadores.

Chances de permanecer na Série A atingindo esta meta: 1o0%.

Chances de título do Cruzeiro: Subiram de 1,1% para 1,7%.

Chances de Libertadores do Cruzeiro: O Cruzeiro já está classificado para a próxima Libertadores.

Chances de Sul-Americana do Cruzeiro: O Cruzeiro não pode se habilitar ao torneio via Brasileirão.

Chances de ficar no meio da tabela sem vaga em torneio continental: O Cruzeiro já está classificado para a próxima Libertadores.

Chances de rebaixamento: Permanecem em quase 0%.

Tabela restante do Cruzeiro

Coritiba (F) – 3 pontos.

Atlético-MG (C) – 3 pontos.

Palmeiras (F) – 0 pontos.

Atlético-PR (C) – 3 pontos.

Flamengo (F) – 3 pontos.

Fluminense (C) – 3 pontos.

Avaí (C) – 3 pontos.

Vitória (F) – 3 pontos.

Vasco (C) – 3 pontos.

Botafogo (F) – 1 ponto.

Desempenho necessário do Corinthians:

Máximo de pontos a serem conquistados: 14 pontos.

Resultados almejados: 4 vitórias, 2 empates e 4 derrotas.

Aproveitamento almejado: Subiu de 45,5% para 46,7% (Próximo ao do Vasco, 8º colocado com 46,4%).

Tabela restante do Corinthians:

Grêmio (C) – 1 ponto.

Botafogo (F) – 0 pontos.

Ponte Preta (F) – 1 ponto.

Palmeiras (C) – 3 pontos.

Atlético-PR (F) – 0 pontos.

Avaí (C) – 3 pontos.

Fluminense (C) – 3 pontos.

Flamengo (F) – 0 pontos.

Atlético-MG (C) – 3 pontos.

Sport (F) – 0 pontos.

Por: João Henrique Castro