“Don Fredon” (Tombense 1 x 2 Cruzeiro – Campeonato Mineiro 4ª rodada)

Salve, guerreiros!

Mais uma vitória no Campeonato Mineiro, como era esperado. A Raposa venceu de virada a equipe de Tombos, que mandava a partida, na cidade de Ipatinga, vizinha a Cel. Fabriciano, município de origem deste colunista que vos escreve após cada rodada. Tivemos desencantamento do Fred, mais um gol do artilheiro do Mineiro até aqui, Rafinha, mas, o que chamou a atenção positivamente foram os passes que deram origem aos gols. Vamos falar disso daqui a pouco se os amigos tiverem paciência para continuar a leitura. O Cruzeiro segue líder do certame, entretanto, põe em disputa o posto contra o América já na próxima rodada. O time estrelado terá uma semana cheia para aprimorar as partes física e técnica, o que é uma excelente notícia visto que a pré-temporada foi apenas de 15 dias. Vamos à analise.

O jogo

Um jogo de duas etapas distintas. Um primeiro tempo que merece muitas críticas, e um segundo tempo de mais qualidade, entretanto, ficou bem claro que Mano ainda vai ter muito trabalho para deixar o Cruzeiro preparado para a Libertadores que começa para o Cruzeiro no dia 27 de fevereiro. O torneiro continental é o grande objetivo da Raposa na temporada, e como já dissemos em colunas anteriores, será um dos mais difíceis dos últimos anos. As equipes classificadas esse ano ao torneio estão entre as mais poderosas do continente, foram reforçadas, o que nos leva a crer que a tarefa não será nada fácil. O Cruzeiro está no considerado “grupo da morte”, e precisará estar em ponto de bala para buscar a classificação. Uma curiosidade é que a Raposa nunca foi eliminada na primeira fase da competição.

Primeiro tempo

Essa etapa da partida foi muito abaixo do que a Raposa vem apresentando, apesar do pouco tempo de trabalho. Podemos assim supor, que esses altos e baixos estão aí justamente por isso. Os jogadores celestes sentiram a má qualidade do gramado, mas, em campeonato mineiro sabemos que isso é uma realidade. Tem que jogar mais compacto para facilitar os passes em função do gramado ruim. Bruno Silva mais uma vez decepciona e não justifica a grande manobra feita pela diretoria para trazê-lo, mas, ainda podemos esperar sua melhora, pois há espaço para isso. O bloqueio feito pela Tombense foi muito difícil de furar, e o Cruzeiro terminou essa etapa com poucas finalizações. No último lance do primeiro tempo, Bruno Silva perde uma disputa de bola que dá início à jogada do gol de Daniel Amorim, um chute até despretensioso da entrada da área tão no cantinho esquerdo que Fábio não conseguiu fazer a defesa.

Segundo tempo

O Cruzeiro volta sem alterações de peças para o segundo tempo, mas com uma inversão entre Rafinha e De Arrascaeta que quebrou a marcação da Tombense. Bruno Silva, desculpem a insistência, melhorou bastante na marcação e o que vimos foi um domínio total e territorial do Cruzeiro que praticamente não deu chances ao adversário. As oportunidades de gol foram aparecendo, e, logo aos 6′ da etapa final De Arrascaeta ergueu a bola na cabeça de Fred que, finalmente fez seu primeiro gol na reestreia com a camisa estrelada. Na coluna passada afirmamos que o gol sairia naturalmente, e que Fred vinha jogando bem e participando das jogadas. Que seja o primeiro dos 61 gols que esperamos que ele faça esse ano, certo, Emerson Araújo (Companheiro de GDG e produtor e apresentador do canal “Seis a um” no Youtube)?

O segundo tento foi dele, o artilheiro do certame, o melhor jogador celeste em 2018 até então, Rafinha. Muito seguidores aqui do GDG têm dito que o time esse ano é Rafinha mais 10 (risos). Entretanto, assim como o uruguaio De Arrascaeta, Ariel Cabral deu um passe por elevação para o gol de Rafinha que, desculpem o clichê, parece ter sido com a mão. Não pode, Don Ariel Cabral, com a mão só o Fábio! Boa vitória, a liderança, o artilheiro e uma semana inteira de trabalho. Essa combinação vai nos permitir ir com tudo para cima do América em busca da consolidação da liderança geral do Mineiro.

FICHA TÉCNICA
TOMBENSE 1 X 2 CRUZEIRO

Local: Ipatingão, Ipatinga (MG)
Data: 27 de janeiro de 2018, sábado
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Cleisson Veloso Pereira
Assistentes: Marcus Vinícius Gomes e Marcyano da Silva Vicente

Gols: Daniel Amorim (45′ 1T); Fred (6′ 2T), Rafinha (30′ 2T)
Cartões: Wellington Carvalho, PH, Caio César (Tombense); Ariel Cabral (Cruzeiro)

TOMBENSE – Darley, David, Wellington Carvalho, Anderson, Bruninho, PH, Natan (Everton), Caio César, Cássio Ortega, Daniel Amorim, Flávio (Luiz Fernando).
Técnico: Ramon Menezes.

CRUZEIRO – Fábio; Edilson, Léo, Murilo, Egídio; Bruno Silva, Ariel Cabral, Arrascaeta (Robinho), Rafinha e Thiago Neves (Rafael Sóbis); Fred (Raniel).
Técnico: Mano Menezes

Agora é trabalho! Aproveitar, como já dissemos, a semana cheia para acertar aquilo que ainda deixa a desejar no Cruzeiro. Até o próximo domingo no Mineirão, China Azul.

Guerreiro dos Gramados. Nossa torcida, nossa força!

Por: Álvaro Jr