Dá pra sonhar com algo mais?

Após o triunfo sobre o Figueirense, no último domingo, o Cruzeiro respira fora da zona de rebaixamento pela primeira vez desde a chegada de Mano Menezes. Com míseros 23 pontos em 21 partidas disputadas, o time celeste segue empatado com o Vitória, primeiro integrante do Z4, e precisa consolidar sua recuperação no torneio, vencendo o Santa Cruz no próximo domingo (28), no Mineirão. Tudo muito lindo, estádio lotado, time evoluindo, não há como aceitar nada diferente de uma boa vitória sobre o time pernambucano, o que poderia nos catapultar até para a 12ª posição no certame, se tudo ajudar.

Fazendo projeções, será que apenas escapar da degola já é um objetivo suficiente para 2016? Dá pra sonhar com algo mais? Sei muito bem do tamanho do nosso time, da grandeza do Cruzeiro e de sua tradição recente em Campeonatos Brasileiros. Junto com Corinthians e São Paulo, somos os únicos tricampeões nacionais desde que a liga brasileira se tornou, de fato, uma liga, disputada em pontos corridos. Entretanto, o momento pode ser muito mais voltado a estabelecer pequenas metas do que almejar grandes sonhos e empreitadas mirabolantes.

Nossa luta é para não cair. Vejamos o quão patético foi nosso primeiro turno. Desejar qualquer coisa além disso é de extrema petulância. Não estamos em condição de nada, além de torcer muito e apoiar os jogadores para que consolidem nossa reação. Estes atletas que, por sua vez, estão devendo muito. Fazem um ano horroroso e não são videozinhos metidos a engraçados exaltando o “Cruzeirão cabuloso” que vão nos fazer esquecer (ouviu, senhor Henrique?). A hora é de apoio irrestrito nas arquibancadas, mas os dois pés atrás na hora de imaginar algo além disso. Nosso desempenho não permite utopias.

A liga brasileira tem peculiaridades impressionantes e é difícil compará-la com os grandes campeonatos europeus. O treinador do Manchester United, José Mourinho, concedeu entrevista coletiva recentemente afirmando que um elenco de 23 jogadores é um número mais que suficiente para disputar toda a temporada. Por aqui, é raro ver algum time de primeira divisão contando com menos de 30 atletas no plantel. Neste momento, o Cruzeiro contabiliza 35 nomes. Outro ponto é que os líderes do nosso campeonato ostentam aproveitamento muito baixo. O líder Palmeiras, tem 40 pontos, 17 a mais que o Cruzeiro, que ocupa a porta da zona de rebaixamento. Ou seja, se conseguíssemos uma improvável (mas possível) sequência de 6 vitórias (número emblemático), entraríamos fatalmente na briga por vaga na Libertadores…

Terminado o momento de otimismo, voltemos à vaca fria. O duelo contra o Santa Cruz será difícil, não vamos nos enganar. Por isso, se você vai ao Mineirão, te faço um apelo. Por favor, tenha paciência com o time caso o gol demore a sair. Apoie os jogadores, porquê o estádio lotado precisa ser rentabilizado também no aspecto técnico, ajudando os atletas a mostrarem todo seu potencial. NÃO JOGUE CONTRA. Mano Menezes tem um time bem definido e que conta com bons valores. Gaste todas suas energias e vamos empurrar o Maior de Minas para o alto na tabela e cada vez mais longe dessa zona de desespero. E por fim, só uma constatação: toca no Ábila que é gol.

Por: Emerson Araujo

Foto: Tarcísio Badaró