Cruzeiro ainda em festa, é hora de planejar 2014

Cruzeiro ainda em festa, é hora de planejar 2014 - Cruzeiro Esporte ClubeComemorando o Tricampeonato Brasileiro, mas a próxima temporada “está logo ali” e o Cruzeiro deve se preparar bem para a Libertadores.

Festas à parte, o verdadeiro torcedor do Cruzeiro não se acomoda. Nossa torcida quer sempre mais conquistas, exatamente porque já venceu muitos títulos de expressão.

Se 2013 foi um ano vencedor, 2014 está batendo às portas, e o Cruzeiro deve se preparar para ir ainda mais longe na Libertadores. Principalmente, para não repetir os erros de 10 anos atrás, quando o então time campeão da Tríplice Coroa fez apostas erradas em atletas, passou por uma conturbada troca de técnico, resultando em eliminação precoce.

Também não podemos repetir os erros de temporadas mais recentes, onde nosso então presidente dizia que “o maior reforço era manter o elenco”, mas com jogadores e técnicos que não foram vencedores.

Para o Cruzeiro entrar na Libertadores 2014 como um dos principais favoritos, é preciso atuar em duas frentes: manter a base vencedora, e fazer contratações pontuais.

O termo “manter a base” deve ser visto como um todo. Treinador, comissão técnica, e jogadores que deram resposta em campo.

Cruzeiro ainda em festa, é hora de planejar 2014 - Cruzeiro Esporte ClubePortanto, uma das prioridades é renovar o contrato do treinador Marcelo Oliveira e da comissão técnica, inclusive de Alexandre Mattos. Além do excelente resultado em campo, neste ano quase não tivemos “problemas externos” ou “racha no elenco”, mesmo com atletas badalados na reserva. Méritos de quem soube controlar o ego dos jogadores.

Também merece atenção a questão dos jogadores em fim de contrato. Segundo matéria que vi no Jornal O Tempo, no final de 2013 se encerram os contratos de Bruno Rodrigo, Paulão, Leandro Guerreiro e Luan, e na metade de 2014 é a vez de Lucca, Ceará, Martinuccio e Willian.

De todos estes, na minha opinião, renovar com Bruno Rodrigo é essencial, porque formou ótima dupla com Dedé. William está emprestado, mas já se comenta de sua contratação em definitivo. Ceará, apesar das críticas, ainda pode ser útil com sua experiência. Martinuccio é excelente do ponto de vista técnico, mas se lesiona demais.

Já Paulão, Leandro Guerreiro, Luan, e Lucca infelizmente não são jogadores para um nível de Libertadores. Assim como Tinga, Anselmo Ramon, Souza e Éverton, cujos contratos são mais longos. Todos estes, na minha opinião, formam a lista de dispensa do Cruzeiro.

Nem é preciso lembrar da importância em manter nossos destaques deste ano, como Fábio, Dedé, Nílton, Lucas Silva, Ricardo Goulart, Everton Ribeiro, Dagoberto e Borges, que formam a espinha dorsal da equipe.

Sobre as “contratações pontuais”, não sei se os leitores concordam, mas para o Cruzeiro entrar na Libertadores 2014 com ainda mais força, é necessário contratar, no mínimo, um lateral direito, um lateral esquerdo, um zagueiro, um meia e um atacante.

Cruzeiro ainda em festa, é hora de planejar 2014 - Cruzeiro Esporte ClubeDestas posições, ainda é possível encontrar boas opções de atletas, no perfil que a diretoria está buscando – jogadores jovens, com potencial, mesmo que não estejam em grande destaque. Vou dar algumas sugestões.

Na lateral esquerda, um bom nome é o de Alex Telles, do Grêmio, que fez bom campeonato. Outra opção é Juninho, do Palmeiras – mesmo na Série B, é um atleta de bom talento, que não rendeu tudo o que sabe porque o time paulista vive em crise.

Na lateral direita, vejo outras duas opções – Ayrton, ex-Coritiba, vinculado ao Palmeiras mas emprestado ao Vitória, mais um que não aguentou a pressão em São Paulo. Tem também Fagner, que mesmo no quase rebaixado Vasco, foi muito bem no mesmo time carioca, há pouco tempo.

Zagueiro para Libertadores tem que ter liderança, pelo menos um pouco de experiência, e jogar sério. Neste perfil, considero Manoel, do Atlético-PR, um bom nome. No Santos, tem Edu Dracena e Durval, este último em fim de contrato, ambos na faixa de 32/33 anos.

Entretanto, para os reforços ofensivos, acho que o momento atual do Cruzeiro pede uma contratação de impacto, de destaque na mídia, no melhor estilo “para buscar no aeroporto”.

Especula-se o nome de D´Alessandro, meia argentino do Internacional que tem muito talento mas também um temperamento muito difícil. Seria um grande reforço, desde que se encaixe na mentalidade do elenco. Outra opção que me agrada, mas sem tanto status, é Cícero, meia do Santos.

E para o ataque? Fred seria o retorno do matador torcedor do Cruzeiro. A diretoria desmente, mas existe outra questão importante – Fred se lesiona muito, não apenas em número de lesões mas também em gravidade, e isto vem se repetindo nos últimos anos. Marcelo Moreno é outro nome especulado, não tão talentoso, mas que também tem o perfil de Libertadores e apoio da torcida.

Ficam aí algumas sugestões de nomes, mas o mais importante é o Cruzeiro atuar nos bastidores, para manter a base vencedora e qualificar o elenco, em seus poucos pontos que são necessários, na busca de outro sonhado tricampeonato, desta vez da Libertadores.

Abraços a todos.