04 fev Confira os destaques da partida entre Cruzeiro e Tupynambás


Cruzeiro e Tupynambás se enfrentaram no último domingo (02), em Juiz de Fora. A partida foi marcada por uma virada celeste espetacular. Depois de um primeiro tempo desastroso, o time conseguiu buscar a virada no final do jogo, que terminou em 4 a 2 e deu a liderança do Mineiro para a Raposa. Porém, outros fatos também foram destaques na partida. 

Edilson decisivo 

A trajetória do jogador no Cruzeiro é marcada por uma relação de amor e ódio com o torcida. Edilson já despertou a desconfiança da nação azul em 2018, após declarar que sentia saudades de jogar no Grêmio. Além disso, foi apontado com um dos principais nomes do rebaixamento celeste, mas vem surpreendendo o torcedor. 

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A primeira surpresa vem com a decisão do jogador de ficar no clube para a temporada de 2020. Sabemos bem que ele veio para o Cruzeiro atraído pelo alto salário, por isso, ele ter aceitado os novos moldes de pagamento deixou a torcida no mínimo abismada. Na partida contra o Tupynambas, o lateral direito foi decisivo para a reação da Raposa. De bola parada, ele marcou o primeiro gol celeste na partida. 

O segundo também veio dos pés de Edilson, o jogador mostrou frieza e cobrou pênalti que explodiu nas redes adversárias. Apesar de todos os porém, vemos como é importante a presença dele e de outros jogadores mais experientes para estabilizar os mais novos em campo.   

Cinco estreantes em campo

O Cruzeiro passa por uma reformulação.  Sendo assim, praticamente a todo tempo temos notícias de jogadores chegando e saindo. Dessa forma, no último jogo, foram cinco estreantes de uma só vez em campo, sendo eles: João Lucas, Filipe Machado, Everton Felipe, Jhonatan Robert e Roberson. 

A decisão de Adilson Batista foi um tanto ousada, mas serviu para testar as peças no time. Os destaques da estreia ficaram por conta de Everton Felipe e Jhonatan Robert. O primeiro se mostrou criativo, com bons passes, além de se sobressair nas jogadas individuais. O segundo, mostrou velocidade e marcou um dos gols da partida. A estreia deles teve alguns erros, mas a torcida precisa ter paciência com a garotada e buscar valorizar o que foi feito de bom em campo. 

Léo se iguala a Tostão 

Léo vem se firmando como um dos grandes nomes da reconstrução do Cruzeiro. E os números deixam isso claro. Na partida contra o Tupynambás, o zagueiro se igualou em números de jogos a um dos maiores ídolos celestes: Tostão. O jogador chegou a marca de 383 jogos vestindo o manto azul, tendo 21 gols marcados e 59,3% de aproveitamento.    

Adilson Batista chega a 100 vitórias sobre o comando do Cruzeiro

Outro feito que marcou a partida foi a conquista da centésima vitória de Adilson Batista no comando do Cruzeiro. Os números consagram a grande identificação que o técnico tem com o clube, ao todo foram 176 jogos, totalizando 63,3% de aproveitamento. 

Cacá nos braços da torcida

Em meio a rumores que o jogador pode estar de saída do clube, após a partida de domingo, Cacá mostrou o porquê de ser um dos queridinhos da nova geração do Cruzeiro. O jogador subiu em uma tela para atender a torcida, ele distribuiu abraços e autógrafos para os torcedores que retribuíram o carinho.


Deixe seu comentário, curta e compartilhe