31 dez Com a certeza de permanência na Série B, o que esperar do Cruzeiro para 2021?


Após uma temporada longe das expectativas criadas e repleta de desastres, o presidente Sérgio e sua equipe precisarão trabalhar dobrado no próximo ano. Permanecendo com uma receita bastante reduzida, o planejamento deve ser bem feito para errar menos do que foi neste ano. Se em 2020 o clube já possuía poucos recursos, em 2021 tende a ser mais escasso ainda.

Grande parte do planejamento passa principalmente pelo técnico Felipão, que terá a continuidade do trabalho e pode montar a equipe que deseja dentro da realidade do clube. Contudo, algumas coisas são fundamentais e precisam fazer parte do plano para o ano que vem.

TER UM BOM DIRETOR DE FUTEBOL

O Diretor de Futebol tem a função de cuidar de tudo que envolve o futebol do clube, portanto é de grande importância no ambiente. É um cargo em que nenhum presidente deve economizar, pois sendo uma má escolha pode sair bem caro futuramente. O atual diretor da equipe mineira, Deivid, segue sendo cada vez mais questionável e há dúvidas sobre sua competência para tal cargo. Aqui está uma análise sobre seu trabalho no clube: http://guerreirodosgramados.com.br/deivid-o-contestado-diretor-de-futebol-do-cruzeiro/

BUSCAR JOGADORES QUE QUEIRAM AJUDAR

Talvez o maior erro de 2020 tenha sido repatriar jogadores de 2019 e buscar alguns afastados em equipes da Série A. Não se joga a Série B com nome, se joga com dedicação e vontade de ganhar.

A equipe teve várias surpresas e decepções envolvendo quem estava aqui. Alguns fizeram muito abaixo do esperado, como Giovanni e Regis, ambos sendo liberados facilmente pelo Bahia, Everton Felipe pelo São Paulo, etc. A volta dos emprestados também foi decepcionante para a torcida, como por exemplo Henrique, Jadson, Marquinhos Gabriel e Sassá.

Por outro lado, outros jogadores surpreenderam, foi o caso de Ramon, Cáceres, Filipe Machado e Airton, todos vieram sem expectativa, porém com muita vontade de ajudar a equipe. O primeiro passo pro próximo planejamento deve ser encontrar jogadores assim, bons e compromissados com os objetivos da equipe.

DAR ESPAÇO PARA JOVENS DA BASE

O Cruzeiro necessita de receita e uma das maiores oportunidades é vender jovens jogadores, mas para isso acontecer eles precisam jogar regularmente. Vimos alguns surgindo esse ano e já ocupando vaga no time principal, Matheus Pereira, Adriano e Jadsom se mostraram importantes para o esquema de Felipão.

Usar alguns jovens para completar o elenco também deve ser prioridade, isso evita de gastar muito com alguns experientes que não entregam o que se espera. O corte de gastos desnecessários será uma das maiores missões para a próxima temporada.

ACESSO É OBRIGAÇÃO

Se na atual temporada tudo mudava o tempo todo, seja de direção ou técnico, na próxima o caminho está bem definido. Não terá troca de presidente e o plano é seguir com Felipão durante o próximo ano inteiro. Portanto, só dependerá de um bom planejamento para conseguir o aguardado e difícil acesso à elite do futebol brasileiro.

 


Deixe seu comentário, curta e compartilhe