Alex, doidão, terror do Mineirão #ForçaAlexAlves

O ano de 1998 foi muito marcante para o Cruzeiro. A temporada ficou marcada pela chegada do clube a quatro finais de campeonato, mas a conquista de apenas um título: O de campeão mineiro.

Os vice-campeonatos na Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro e Copa Mercosul

Figuras Históricas: Marcelo Ramos

Você o conhece como Marcelo Ramos, mas pode chamá-lo de “Flecha Azul”. Com uma passagem fulminante pelo Cruzeiro, o soteropolitano mais querido da Toca da Raposa conquistou a Libertadores de 1997 e ficou com a gente até o ano 2000

Figuras Históricas: Marcelo Ramos

Você o conhece como Marcelo Ramos, mas pode chamá-lo de “Flecha Azul”. Com uma passagem fulminante pelo Cruzeiro, o soteropolitano mais querido da Toca da Raposa conquistou a Libertadores de 1997 e ficou com a gente até o ano 2000

Memória Celeste: Como nasceu a Rivalidade no Clássico

Não é nenhuma novidade que o Clube Atlético é mais velho do que o Cruzeiro, que nasceu em janeiro de 1921, enquanto o outro time existia desde sabe-se lá quando (e tenho muita preguiça de ir até o Google confirmar a data do centenário dos alvinegros, mas me lembro que foi na década passada). Mas o que pouca gente sabe é que, na história dos clássicos, a supremacia de cada um dos times foi bem delineada através dos tempos. E, quando o Mineirão foi inaugurado, era a vez do Cruzeiro se firmar como o Maior de Minas.

Memória Celeste: Como nasceu a Rivalidade no Clássico

Não é nenhuma novidade que o Clube Atlético é mais velho do que o Cruzeiro, que nasceu em janeiro de 1921, enquanto o outro time existia desde sabe-se lá quando (e tenho muita preguiça de ir até o Google confirmar a data do centenário dos alvinegros, mas me lembro que foi na década passada). Mas o que pouca gente sabe é que, na história dos clássicos, a supremacia de cada um dos times foi bem delineada através dos tempos. E, quando o Mineirão foi inaugurado, era a vez do Cruzeiro se firmar como o Maior de Minas.

Figuras Históricas em Clássicos: Paulinho McLaren

Para quem viveu e viu não existe esquecimento à cena do atacante Kleber ao bater imaginárias asas de frango após um confronto Cruzeiro x Atlético-MG em 2009. Mas o que a molecada de hoje só consegue ver por YouTube – e que se tornou um grande feito do jogador – é a galinha frenética que encarnou em Paulinho McLaren, atacante do Cruzeiro em 1996, após seu golaço de cabeça na vitória por 2×1 do Manto Celeste sobre o rival.

Figuras Históricas em Clássicos: Paulinho McLaren

Para quem viveu e viu não existe esquecimento à cena do atacante Kleber ao bater imaginárias asas de frango após um confronto Cruzeiro x Atlético-MG em 2009. Mas o que a molecada de hoje só consegue ver por YouTube – e que se tornou um grande feito do jogador – é a galinha frenética que encarnou em Paulinho McLaren, atacante do Cruzeiro em 1996, após seu golaço de cabeça na vitória por 2×1 do Manto Celeste sobre o rival.

Despedida de Marcelo Ramos, O Flecha Azul

Vi Marcelo Ramos! Vi um dos maiores artilheiros do Brasil nos anos de 1990 ganhar a fama de goleador jogando no meu Cruzeiro. Vi a história de um ídolo começar em 1995, com os títulos da Copa Ouro e da Copa Máster da Supercopa.